A importância do relacionamento e networking no varejo

Esta estratégia consiste na formação de uma rede de contatos, pautada em relacionamentos profissionais e comerciais de auxílio mútuo, nos quais são compartilhados interesses em comum

Há poucas semanas, passamos por eventos como a Abradilan e o Summit da Cimed com título de “MSA al Mare”. Ambos tiveram como objetivo reunir os maiores profissionais do varejo farmacêutico em experiências de lançamento de produtos; discussão de estratégias de vendas; capacitação dos presentes sobre as mais diversas e atuais tendências corporativas; além de informações sobre o futuro do segmento farmacêutico.

Mas quero ressaltar aqui a importância do relacional em todos esses eventos. Nesses casos, praticar o networking (que significa desenvolver relacionamentos vantajosos com pessoas, instituições, trocando informações ou serviços) foi fundamental. Esta estratégia consiste na formação de uma rede de contatos, pautada em relacionamentos profissionais e comerciais de auxílio mútuo, nos quais são compartilhados interesses em comum, informações, indicações e parcerias.

Apesar de estarmos digitalmente conectados NADA substitui o CONTATO HUMANO RELACIONAL, tema este, de pesquisas, que confirmam a necessidade desse comportamento.

Fazer network e parcerias é fundamental para o crescimento de carreiras e empresas. A base é construir relacionamentos sólidos e duradouros, motivando pessoas a conhecerem e se interessarem entre si, além de confiarem e desejarem fazer negócios. Isso pode acontecer tanto nos canais on-line, como off-line. Esses dois canais estão mais conectados do que você imagina.

Lembre-se de que construir uma sólida rede de networking não é simples assim. Antes de mais nada é preciso que se torne conhecido e lembrado por onde quer que passe. Isso faz com que seus contatos sempre lembrem de você a cada boa oportunidade que aparecer. Se você não é bom nisso, aqui vão algumas orientações de como fazê-lo:

Participe de eventos corporativos: nada melhor para construir um bom network do que se fazer presente em eventos corporativos, feiras, exposições, simpósios e palestras ou TED Talks, por exemplo.

Mantenha seus contatos ativos e seja proativo: assim como no marketing digital, é fundamental manter contatos ativos, pedindo conselhos, sugestões sobre assuntos de interesse mútuo ou avisar que está indicando seus serviços.

Embora um bom network possa ser construído virtualmente, em muitos casos, um contato “cara a cara” é mais indicado.

Receba bem seus parceiros ou pessoas que acionam o seu contato: a “rua tem duas mãos”, portanto, se quer ser bem-recebido, receba com atenção. Selecione bem com quem você quer conversar. Isso vai fazer com que você evite certos desgastes e aumente sua rede, com contatos de qualidade.

Fonte: Guia da Farmacia
Foto: Shutterstock

Dosagem Certa

Edição 378 - 2024-05-06 Dosagem Certa

Essa matéria faz parte da Edição 378 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o colunista

Palestrante e consultora de empresas. Especialista em varejo e autora dos livros destinados ao varejo e serviços denominados "Atender bem dá lucro"; "Administração de recursos humanos em farmácia", "Programa prático de Marketing e Farmácias"; "Liderança para Todos" . Para adquirir os livros, acesse: www.lojacontento.com.br. E-mail: [email protected].