fbpx

Conselhos são contra graduação de Farmácia à distância

Entidades se posicionam fortemente contra modalidade

Os Conselhos Regionais de Farmácia (CRF) estão se posicionando contra o decreto que autoriza a graduação de Farmácia no modelo de Ensino a Distância (EAD). De acordo com o Conselho do Estado de Goiás (CRF-GO), a decisão representa um retrocesso para a saúde pública no Brasil.

“Condenamos a autorização de se ministrar pelo computador disciplinas que exigem o contato direto com o paciente. Se já é falha a fiscalização e o controle de qualidade dos cursos presenciais, o que dizer de cursos virtuais que, não raros, e prestam ao interesse meramente comercial”, diz o CRF-GO em nota.

Outra preocupação da entidade é sobre a possibilidade de inundar o mercado que já está fortemente saturado. Uma avalanche de novos profissionais poderia deixar as relações de trabalho no segmento prejudicadas, resultando em baixos salários e condições de trabalho inadequadas.

Em concordância com o CRF-GO, o CRF-SP está tomando algumas medidas para impedir que os cursos sejam ofertados. Em novembro último, o Conselho enviou um ofício ao Ministério da Educação (MEC) solicitando a implantação de uma moratória que proíba a abertura de novos cursos de Farmácia no Estado pelo período de cinco anos (incluindo na modalidade EaD).

Fontes: Conselho Regional de Farmácia do Estado de Goiás e Conselho Regional de Farmácia do Estado de Goiás
Foto: Shutterstock

Sobre o autor

Guia da Farmácia

Premiado pela Anatec na categoria de mídia segmentada do ano, o Guia da Farmácia é hoje a publicação mais conhecida e lembrada pelos profissionais do varejo farmacêutico. Seu conteúdo diferenciado traz informações sobre os principais assuntos, produtos, empresas, tendências e eventos que permeiam o setor, além de Suplementos Especiais temáticos e da Lista de Preços mais completa do mercado.