Eurofarma neutraliza 100% de suas emissões diretas de CO²

Compra de crédito de carbono beneficia dois projetos de preservação da Amazônia

O Grupo Eurofarma, em iniciativa inédita no setor, neutralizou pela primeira vez 100% das emissões diretas de CO².

A ação, além de neutralizar as emissões, beneficia dois projetos – Florestas de Lábrea e o Redd – de proteção da Amazônia, preservação da biodiversidade.

E também  apoio ao desenvolvimento social, por meio da aquisição de créditos de carbono.

O valor investido para essa aquisição irá beneficiar os projetos socioambientais nos campos de geração de energia renovável, conservação da fauna e da flora, desenvolvimento da comunidade local, geração de oportunidades de emprego, melhoria das instalações médicas e, assim,  mais qualidade de vida para a comunidade local.

Conforme publicado na Cartilha de Desenvolvimento Sustentável 2021 da empresa, a Eurofarma atingiu esse feito com base nas diversas iniciativas para redução de emissões.

As ações atreladas às emissões diretas

  • Política Corporativa para Consumo de Combustíveis, que estabelece que os veículos da Força de Vendas sejam abastecidos com uma proporção de 75% de etanol e 25% de gasolina (essa ação já reduziu em 57% as emissões de CO² da frota);
  • Carona Solidária, com vagas de estacionamento exclusivas para quem compartilha o transporte e para veículos elétricos ou considerados de baixa emissão;
  • Frota Inteligente, a empresa também iniciou a troca de toda a frota de carros executivos por veículos híbridos. Ao todo, 52 veículos já foram substituídos e a previsão é ter 153 até 2023;
  • Programa Eco Bike, que disponibiliza aos colaboradores da Unidade Itapevi (SP) bicicletas comuns, cargueiras e elétricas para deslocamento interno. Ao todo, são 8 estações no complexo. Dessa maneira, a iniciativa promove a consciência ambiental e o estímulo à atividade física.

Ações da Eurofarma atreladas às emissões indiretas de CO²

  • Fontes renováveis de energia, com um robusto sistema de geração de energia fotovoltaica na Unidade Itapevi (SP), que conta com mais de 7.200 painéis solares nos telhados das edificações com potência instalada de 2,2 MW;
  • Aterro Zero, implantação do processo de compostagem teve início em 2018 e, portanto, está ativo em todas as operações da empresa. A saber, em 2020 a companhia reduziu a emissão com a eliminação do transporte de resíduos para o tratamento externo;
  • Programa Raízes, A Unidade Itapevi (SP) também abriga o Programa Raízes, que homenageia colaboradores com 15 anos de empresa. Convidado a plantar uma árvore nativa no Complexo, a Eurofarma registra o nome do colaborador, a espécie e a data do plantio.  A ação reforça, contudo, o compromisso ambiental e mantém uma ampla área de conservação. Ao todo, já são 650 árvores oriundas do “Raízes”. 

O inventário de emissões de gases de efeito estufa (GEE) da Eurofarma segue, desde 2008, a metodologia do GHG Protocol, reportando, assim, as emissões dos gases controlados pelo Protocolo de Paris.

Este inventário permite, então, o mapeamento das fontes de emissão de GEE de uma atividade, processo, organização, setor econômico, cidade, estado ou até mesmo de um país, seguido da quantificação, monitoramento e registro dessas emissões.

Fonte e foto: Eurofarma

 

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário