Lucro líquido da Hypera Pharma sobe 28,1% no 1T21 para R$ 305,1 milhões

Ao mesmo tempo, a receita líquida da companhia somou R$ 1,170 bilhão, com crescimento de 43,7% em comparação com os três primeiros meses do ano passado

A Hypera Pharma apresentou, na última sexta-feira (23) seus resultados no primeiro trimestre de 2021. A companhia apurou um lucro líquido de R$ 305,1 milhões no período, o que representa um avanço de 28,1% ante o mesmo trimestre em 2020.

Ao mesmo tempo, a receita líquida da Hypera somou R$ 1,170 bilhão, com crescimento de 43,7% em comparação com os três primeiros meses do ano passado.

De acordo com o relatório da companhia, “Esse crescimento é resultado principalmente da contribuição para a Receita Líquida do portfólio de medicamentos adquirido da Takeda e da família Buscopan; e do crescimento do sell-out no período, que foi impulsionado pelo crescimento em Genéricos e Similares, medicamentos crônicos em Produtos de Prescrição e vitaminas, suplementos e nutricionais em Consumer Health”.

Por sua vez, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) das operações continuadas somou R$ 362 milhões no primeiro trimestre do ano, sendo, então, 45,6% superior ao mesmo período do ano passado.

Entre janeiro e março desse ano, a companhia registrou um avanço de 11,5% de sell-out, o que é 2 pontos percentuais acima do crescimento do mercado.

Além disso, a Hypera declarou Juros Sobre o Capital Próprio de R$ 194,8 milhões durante o primeiro trimestre de 2021. Todavia, oO montante é 5% superior ao declarado nos três primeiros meses do ano passado.

A companhia ainda anunciou para 2021:

  • Receita líquida, ao redor de R$ 5,9 bilhões,
  • Ebitda das Operações Continuadas, ao redor de R$ 2 bilhões
  • Lucro líquido das operações continuadas ao redor de R$ 1,550 bilhão.

Última cotação da Hypera

A ação da Hypera Pharma encerrou a sessão de hoje em alta de 1,59%, valendo, então, R$ 35,68, antes da divulgação do seu resultado.

Inovação e lançamentos

A saber, os investimentos totais em Pesquisa e Desenvolvimento, incluindo o montante capitalizado como ativo intangível.

Juntos, totalizaram, então, R$83,7 milhões no 1T21, com crescimento de 42,9% quando comparado com o 1T20.

Como percentual da Receita Líquida, os investimentos totais em P&D representaram 7,1% no 1T21.

Ante 7,2% no 1T20, e já refletem a diluição desses investimentos por conta da contribuição adicional para a Receita Líquida do portfólio de medicamentos adquirido da Takeda e da família Buscopan.

O índice de inovação do 1T21, correspondente ao percentual da Receita Líquida proveniente de produtos lançados, então, nos últimos cinco anos, alcançou 34%.

Destaques no lucro da Hypera Pharma  

No 1T21, os destaques foram os lançamentos das extensões de linha das Vitaminas Neo Química Vitamina C e Vitamina C + Zinco em comprimidos efervescentes.

E também o Lune SL e o hemitartarato de zolpidem SL, para o tratamento da insônia na forma farmacêutica sublingual, e o cloridrato de donepezila, para o tratamento da demência de Alzheimer.

A Companhia também lançou o Addera D3 Flash, a primeira marca de Vitamina D do Brasil em filme.

E também o Colflex Muscular, extensão de linha da marca Colflex para recuperação da massa muscular.

E o Alektos Ped, extensão de linha do antihistamínico patenteado Alektos adquirido da Takeda para promoção na pediatria.

Hypera Pharma investe R$11 milhões em projeto para recuperação do rio Araguaia

Fontes: Hypera Pharma  e Suno Notícias

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário