fbpx

Influenciadores digitais no varejo farmacêutico

Drogarias e farmácias estão apostando em blogueiros para alavancar a imagem da marca e acelerarem as vendas de algumas categorias

O marketing 4.0 chegou para revolucionar o mercado consumidor. Com ele, surge também o fenômeno dos influenciadores digitais. Eles estão dominando o cenário com o seu poder de influenciar jovens e adultos de várias classes sociais.

Falando de suas rotinas, histórias pessoais, comportamento, tendências e experimentos, os influncers, ou melhor, influenciadores, são seguidos e vistos por milhões de fiéis diariamente. Eles são assediados por grandes companhias para divulgarem os seus produtos, fazerem demonstrações e, é claro, influenciarem as vidas de quem os segue.

Antigamente, para uma companhia lançar um produto, eram gastos milhões de reais na produção da campanha publicitária e na contratação de uma celebridade para endossar a marca. Este modelo de fazer propaganda ainda existe, mas com o apoio das celebridades da Web, pode-se atingir o target da empresa de forma certeira, com redução de gastos e com um retorno mais rápido.

Do sossego de suas casas, essas personalidades da internet demostram os produtos recebidos, fazem uso, dão nota e recomendam. Seus seguidores acompanham freneticamente todos os seus stories para saberem o que fazem, o que compram, onde compram, na tentativa de sentirem-se próximos de seus “ícones digitais”. O acesso à internet deu voz às pessoas anônimas que souberam usar essas plataformas digitais a favor do mercado consumidor.

Até mesmo as drogarias e farmácias estão apostando e investindo nessa ferramenta, a fim de alavancarem a imagem da marca e acelerarem as vendas de algumas categorias. Essas lojas vêm fazendo parcerias com blogueiras regionais e obtendo excelentes retornos de marca e financeiro.

Os influenciadores fazem stories, vídeos rápidos, falam dos produtos, como usá-los e onde comprar. São postadas também fotos dos influencers com o produto no feed. A negociação é feita de forma particular com o influenciador, não é uma regra a troca de produtos com o serviço de divulgação, tudo pode ser negociado.

Os produtos que podem ser trabalhados são os itens de perfumaria e dermocosméticos. Também é possível fazer divulgação de ações promocionais das drogarias e contar com a presença da personalidade nos dias do evento.

Mas atenção: é preciso ter cuidado na hora de selecionar o influenciador parceiro. É importante analisar o seu conteúdo, a qualidade dos vídeos e se há uma frequência nas postagens. Verifique, ainda, se os produtos trabalhados por ele têm uma ligação com seus seguidores. Veja a audiência, o engajamento do perfil e se é reconhecido na cidade e região pelo trabalho realizado.

Que tal começar a utilizar essa estratégia para aumentar as vendas de sua drogaria?

Foto: Shutterstock

Líderes inspiradores

Edição 327 - 2020-02-02 Líderes inspiradores

Essa matéria faz parte da Edição 327 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o colunista

João de Oliveira

Trade marketing no Grupo de Drogarias Americana