Ministério da Saúde vai pedir à Anvisa autorização para uso de autoteste de Covid-19 no país

Atualmente, exame que pode ser feito em casa não é permitido

O Ministério da Saúde (MS) vai pedir à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorização para uso de autoteste no Brasil. De acordo com o secretário executivo da pasta, Rodrigo Cruz, a pasta deve finalizar os trâmites para solicitação à Anvisa ainda nesta semana.

A Anvisa deve fazer uma nova Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) sobre o tema para viabilizar a autorização.

A agência tem conversado com o MS sobre o tema para que a medida avance.

Atualmente, devido a uma outra resolução da agência não é permitido no país o uso de autotestes para detecção de Covid-19 em casa.

Uma das frentes de análise na Anvisa é de que poderia ser feita uma normativa excepcional e temporária devido à pandemia, o que, portanto, já ocorreu em relação a outras questões reguladas pela agência.

Na última sexta-feira (7), a Anvisa divulgou, nota afirmando que a adoção do autoteste depende, então, da implementação de política pública sobre o tema.

“Para a adoção de uma eventual política pública que possibilite o uso de autoteste para Covid-19, é fundamental considerar os fatores humanos e a usabilidade do produto, medidas de segurança do produto, limitações, advertências, cuidados quanto ao armazenamento, condições ambientais no local que será utilizado, intervalo de leitura, dentre outros aspectos”, argumentou, portanto, a Anvisa na ocasião.

Falta de testes

Nos últimos dias, a profusão no número de casos de Covid-19 no país e a escassez de testes para detecção da doença acenderam o debate sobre o uso do autoteste no Brasil.

De acordo com especialistas, a adoção desses testes pode ser importante para auxiliar no combate à pandemia.

E, dessa maneira, frear a transmissão, uma vez que as pessoas poderiam se isolar a partir do diagnóstico obtido de maneira mais célere.

Dessa maneira, então, no último fim de semana, o ministro Marcelo Queiroga anunciou, portanto, a distribuição de 28,2 milhões de testes de antígeno em janeiro em meio à escassez do item.

Esse tipo de exame permite diagnóstico rápido em cerca de 15 minutos e são feitos em unidades básicas de saúde ou farmácias.

Covid-19: 84% das famílias de São Paulo pretendem vacinar crianças 

Fonte: O Globo

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário