Pessoas acima de 18 anos podem incluir nome na lista da ‘xepa’ da vacina contra Covid na cidade de SP

Instrutivo informa que, se houver sobras de doses das vacinas, elas devem ser aplicadas nas pessoas que tiverem incluído os nomes na lista de espera dos postos de saúde

Adultos com mais de 18 anos, sem comorbidade, poderão se inscrever a partir desta sexta-feira (18) na lista da “xepa” da vacina contra a Covid-19 das Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade de São Paulo.

Podem colocar o nome na lista:

  • Acadêmicos em Saúde em estágio, independentemente do período de formação nas categorias profissionais;
  • Estudantes de área técnica em Saúde em estágio, independentemente do período de formação nas categorias profissionais;
  • Pessoas com mais de 18 anos de idade.

 

No entanto, para incluir o nome na lista de espera da vacinação contra a Covid-19, a chamada “xepa”, Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da capital paulista solicitam documento com foto, carteirinha do Sistema Único de Saúde (SUS) e comprovante de endereço

Chamada “xepa”, a lista de espera visa não desperdiçar doses remanescentes da vacina contra a Covid.

As pessoas podem incluir o nome na lista das 7h às 19h.

Filas nos postos de saúde

 Para evitar aglomerações, a Prefeitura lançou o “De Olho Na Fila”, uma página online que mostra a situação de espera nos postos de vacinação contra Covid-19 que estão em funcionamento na capital.

Para saber a situação dos postos no “Filômetro” da Prefeitura existem três categorias de postos de vacinação: “Posto Volante”, “Drive-Thru” e “Mega Posto”.

Basta clicar na de sua preferência e todos os endereços da modalidade aparecerão, acompanhados da situação em que se encontram as filas no local, o último horário em que a informação foi atualizada e uma classificação por cores, na qual “Verde” = sem filas, “Amarelo” = fila pequena, “Laranja” = fila média, “Vermelho” = fila grande e “Cinza” = dados indisponíveis.

Como funciona a xepa da vacina contra a Covid-19?

Na capital paulista, a orientação para a “xepa” é a de que a unidade de saúde mantenha listas de espera com os telefones dos usuários elegíveis para convocação.

Por meio, então de instrutivos técnicos, a prefeitura orienta quais pessoas devem ser prioridade nessas listas.

Em fevereiro, a Secretaria da Saúde chegou a inserir em uma nota técnica a orientação de que qualquer pessoa com mais de 18 anos poderia ser vacinada para não haver descarte de doses.

Mas a ordem foi revista posteriormente.

Contudo, a unidade de Saúde deverá manter listas de espera com os usuários, residentes da cidade de São Paulo, elegíveis em sua área de abrangência:

Moradores, estudantes e quem trabalha na região da unidade (necessário apresentar documentação com endereço) com telefones para convocação deste público.

A orientação, então, é fazer a inscrição na lista de doses remanescentes próxima ao trabalhou a residência de uma forma que a pessoa consiga chegar rapidamente quando for chamado”, afirma o coordenador da Secretária da Saúde, Luiz Artur Vieira Caldeira.

Ele informou também que no município mais de 1800 pessoas são atendidas pela lista da “xepa” por dia.

Saiba quais são os efeitos colaterais das vacinas de Covid-19 em uso no Brasil

Fonte: G1

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário