Biomm faz pedido para uso emergencial da vacina Convidecia à Anvisa

Com armazenamento em refrigerador comum e aplicação de dose única, a vacina também pode ser usada como dose de reforço ou na intercambialidade para elevar a imunidade contra o novo coronavírus

A biofarmacêutica brasileira Biomm, pioneira em medicamentos biotecnológicos no país, solicitou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorização para uso emergencial do imunizante Convidecia, da CanSino Biologics INC.

Dessa maneira, a iniciativa visa ampliar a disponibilidade de imunizantes contra a Covid-19 no Brasil.

Com aplicação em dose única e armazenamento em geladeira comum (entre 2 e 8 graus Celsius), o imunizante desenvolvido pela CanSino Biologics INC vem sendo adotado por diversos mercados.

Com aprovações em países como México, Paquistão, Hungria, Chile, Equador, Argentina, Malásia, Indonésia e Quirguistão.

A Convidecia também tem potencial para ser usada como dose de reforço ou na intercambialidade (mix) de vacinas para elevar a imunidade contra o novo coronavírus.

O imunizante é recomendado para ser administrado em pessoas a partir dos 18 anos de idade.

De acordo com a CanSino Biologics INC, a Convidecia tem eficácia geral de 68,83% na prevenção de todos os casos após 14 dias da aplicação.

Portanto, para casos graves de Covid-19, a eficácia da vacina é de 95,47% no mesmo período.

Já os estudos clínicos foram conduzidos no Paquistão, Rússia, Chile, Argentina e México.

“A Biomm começará o processo de importação do imunizante tão logo todas as exigências regulatórias sejam atendidas. Futuramente, também temos a possibilidade produzir a Convidecia na nossa fábrica em Nova Lima (MG), que recebeu investimentos de US﹩ 90 milhões e está em processo de validação”, destaca o CEO da Biomm, Heraldo Marchezini.

O acordo prevê, também, o propósito de comercialização e produção de outras vacinas do portfólio da CanSino Biologics INC.

Valor

O preço da vacina será compatível com outras opções já existentes no mercado brasileiro.
A dose única também representa vantagens para os programas de imunização, devido, então, ao custo de aplicação por pessoa e imunização completa de uma vez.
Ao contrário, portanto, da maioria das vacinas contra Covid-19 atualmente disponíveis, que requerem duas doses.
Fonte e foto: Biomm
Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário