Divulgação de lista de preços do Farmácia Popular pode ser obrigatória

Aprovada pela CCJ, proposta deve seguir para a análise do Senado

A Comissão de Constituição e Justiça aprovou proposta (PL37/15) que determina que as farmácias que participam do Programa Farmácia Popular coloquem, em lugar visível, a lista dos medicamentos com seus preços disponíveis naquele estabelecimento.

O relator da proposta na comissão, deputado Pompeo de Mattos, do PDT gaúcho, lembrou que o Programa Farmácia Popular garante acesso a medicamentos de uso contínuo por preços mais baixos ou de graça. Mas, para Pompeo de Mattos, é preciso garantir que a população saiba quais medicamentos estão disponíveis e com que preço.


O gerente farmacêutico Clóvis Cerqueira é favorável à proposta porque não traz nenhum problema para os estabelecimentos e ainda vai facilitar o acesso da população aos medicamentos do Farmácia Popular que são subsidiados pelo governo. Para ele, a publicidade do custo dos medicamentos do programa vai garantir que os preços sejam os mesmos em todos os estabelecimentos.

A proposta espera um prazo de cinco sessões do Plenário (acaba dia 17/04) antes de seguir para a análise do Senado.

Fonte: Agência Câmara

Foto: Shutterstock


Sai resolução que indica novas regras de funcionamento para farmácias

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário