4 oportunidades para as farmácias brasileiras no mundo digital

Aplicativos, comércio eletrônico, vestíveis e telemedicina ganham espaço na rotina dos consumidores, exigindo uma adaptação rápida e permanente das empresas

Nesse contexto, companhias que atuam na área da saúde, a exemplo do varejo farmacêutico, já começam a esboçar mudanças a fim de atender a esta nova demanda.

Oportunidades para as farmácias brasileiras:

1. Qualidade do conteúdo

No mundo, já existem 165 mil aplicativos de saúde, com milhões de páginas de informações. No entanto, a qualidade dos dados é amplamente questionável. Encontrar um bom aplicativo de diabetes, apesar de haver muitos, representa uma difícil missão.

2. Dificuldade dos brasileiros com outros idiomas

Grande parte dos conteúdos de saúde on-line está, predominantemente, em inglês. Assim, seria válido introduzir informações sobre saúde on-line no mercado brasileiro. É interessante firmar parcerias com empresas de conteúdo de saúde dos Estados Unidos, como WebMD, Google e Mayo Clinic, para desenvolver portais informativos de alta qualidade para o consumidor local.

3. Brasileiro adora smartphones

Calcula-se que, até maio de 2016, o número de smartphones no País tenha chegado a 168 milhões e que, até 2018, alcance 236 milhões, segundo dados da 27ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, desenvolvida pela Fundação Getulio Vargas (FGV).
Assim, se torna uma oportunidade, para empresas que atuam na área, motivar o uso de aplicativos de saúde para melhorar a fidelização; introduzir aplicativos móveis para obter lembretes de tomar e repor medicamentos; programar reposições e fazer pagamento on-line para evitar longas filas nas lojas; e fornecer pontos de programa de fidelidade para comportamentos saudáveis.

4. O brasileiro espera muito tempo por uma consulta médica

Enquanto nos Estados Unidos estima-se que existam 2,4 médicos/1.000 pessoas, no Brasil, esse número é de 1,9 médico/1.000 pessoas. Assim, introduzir serviços de telessaúde para melhorar o acesso e impulsionar visitas às farmácias traria um grande benefício à população.

Pelo mundo, novas tecnologias vêm sendo aplicadas pelo varejo farmacêutico, fazendo com que esses estabelecimentos possam agregar uma oferta de serviços revolucionária para seus clientes

Fonte: gerente sênior de produto do IMS Health, Brian Clancy

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print
Novo ano em vista

Edição 301 - 2017-12-01 Novo ano em vista

Essa matéria faz parte da Edição 301 da Revista Guia da Farmácia.