Takeda é eleita uma das melhores empresas para trabalhar no Brasil

Companhia está entre as 10 primeiras colocadas no ranking do Great Place to Work, ocupando a oitava posição na categoria médias multinacionais

Pela oitava vez consecutiva, a biofarmacêutica Takeda é eleita uma das Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil, de acordo com o resultado da votação dos seus funcionários.

A companhia figura entre as Top 10, ocupando o oitavo lugar na categoria médias multinacionais, de acordo, então, com o o 25º ranking do Great Place to Work (GPTW) destaque Nacional, anunciado na última segunda-feira (18).

Reconhecimento

O GPTW publica anualmente mais de 40 rankings, premiando as Melhores Empresas para Trabalhar nos âmbitos nacional, regional e setorial.

Dessa maneira, a Takeda acumula premiações como:

  • Melhores Empresas para Trabalhar Nacional (oito premiações seguidas, desde 2014),
  • GPTW 50+ 2020 e 2021.
  • GPTW Primeira Infância 2020, GPTW Pessoas com Deficiência 2020 e 2021.
  • GPTW LGBTQI+ 2021.
  • GPTW Étnico Racial 2021.
Além disso, a Takeda figura também entre as 35 médias empresas premiadas GPTW Mulheres 2021.

E recebeu, pela 1ª vez, a Menção Honrosa do Prêmio WEPs ONU Mulheres 2021.

Compromissos da Takeda

A Takeda também busca selecionar e manter, portanto, uma força de trabalho tão múltipla quanto as comunidades onde atua e os pacientes que atende.

Por isso, no Brasil, a Takeda é signatária de diversos movimentos como por exemplo:

  • Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial: movimento de empresas e instituições para a promoção da inclusão racial e a superação do racismo no ambiente corporativo e em toda a cadeia de valor.
  • Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+: grupo de empresas que promovem os direitos humanos e visam o reconhecimento dos direitos da comunidade LGBTI+.
  • Fórum Gerações e Futuro do Trabalho: primeiro fórum de empresas criado para discutir e encaminhar soluções referentes às questões geracionais no mundo do trabalho.
  • Coalizão Empresarial pelo fim da Violência contra Mulheres e Meninas: visa promover o fim do assédio sexual e moral no ambiente de trabalho e apoiar as mulheres em situação de violência de gênero nas corporações e suas cadeias de valor.
  • ONU Mulheres: criada para unir, fortalecer e ampliar os esforços mundiais em defesa dos direitos humanos das mulheres.
  • Rede Empresarial de Inclusão Social (REIS): grupo empresarial que visa promover a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.
  • Fórum Empresas com Refugiados: iniciativa da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e Rede Brasil do Pacto Global, formado por empresas e organizações não empresariais interessadas em apoiar a inclusão de pessoas refugiadas no mercado de trabalho.
Fonte: Takeda
Foto: Shutterstock
Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário