AstraZeneca assina acordo de US$ 6,9 bi para tratamento do câncer

Trabalho será colaborativo, junto com a japonesa Daiichi Sankyo

A farmacêutica japonesa Daiichi Sankyo Company anunciou um acordo global de desenvolvimento e comercialização com a AstraZeneca para um tratamento experimental voltado para múltiplos cânceres, incluindo câncer de mama e gástrico, e desenvolvimento adicional em pulmão de células não pequenas e câncer colorretal.

A Daiichi Sankyo e a AstraZeneca desenvolverão e comercializarão em conjunto como monoterapia ou terapia combinada em todo o mundo, exceto no Japão, onde a Daiichi Sankyo manterá os direitos exclusivos. Conforme anunciado separadamente pela Daiichi Sankyo, uma submissão de pedido de licença biológica (BLA) ao Food and Drug Administration (FDA) americano para câncer de mama metastático positivo para HER2 previamente tratado com T-DM1 será acelerado até o primeiro semestre de ano fiscal de 2019.

O medicamento foi projetado para direcionar e administrar quimioterapia dentro das células cancerígenas e reduzir a exposição sistêmica à carga citotóxica em comparação com a forma como a quimioterapia é comumente administrada.

Termos financeiros do acordo da AstraZeneca

Sob os termos do acordo, a AstraZeneca pagará à Daiichi Sankyo um valor inicial de US$ 1,35 bilhão. Os pagamentos contingentes de até US$ 5,55 bilhões incluem US$ 3,8 bilhões para a execução de futuros marcos regulatórios e outras contingências, bem como marcos relacionados a vendas de até US$ 1,75 bilhão. O total de pagamentos sob o acordo tem o potencial de atingir até US$ 6,90 bilhões.

A Daiichi Sankyo e a AstraZeneca compartilharão, igualmente, os custos de desenvolvimento e comercialização, bem como os lucros com o medicamento em todo o mundo, com exceção do Japão. Espera-se que a Daiichi Sankyo reserve suas vendas nos EUA, em alguns países da Europa e em alguns outros mercados nos quais a Daiichi Sankyo tem afiliadas. Já em relação à AstraZeneca, espera-se que a empresa reserve suas vendas em todos os outros mercados do mundo, incluindo China, Austrália, Canadá e Rússia.

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Shutterstock

Merck avança em biotecnologia

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário