Bayer completa 125 anos e revela iniciativas em saúde para 2021

Encontro Virtual One Bayer reuniu os principais líderes de negócio da companhia

A Bayer comemora, em 2021, 125 anos no Brasil e para celebrar a data, promoveu ontem (27), o Encontro Virtual One Bayer com os seus principais líderes de negócio para anunciar os próximos passos das suas divisões no País. Confira, a seguir, os principais anúncios.

Pharmaceuticals e Consumer Health

Em saúde, estas divisões seguirão em linha com o propósito da companhia, tendo como principais pilares a inovação e a transformação digital.

Aliás, estas são ferramentas essenciais para estimular o autocuidado e oferecer opções de produtos e medicamentos que atendam às necessidades das pessoas.

Presidente da divisão farmacêutica no Brasil e líder regional da divisão na América Latina, Adib Jacob

“Nossos investimentos estão focados em medicamentos inovadores que oferecem significativos benefícios clínicos e priorizam a qualidade de vida dos pacientes, prioritariamente nas áreas terapêuticas de Oncologia, Saúde Feminina, Cardiologia, Oftalmologia, Pneumologia e Hemofilia. Gostaríamos de ressaltar também os 10 lançamentos de Pharma que estamos prevendo entre 2019 e 2022, com alguns, inclusive, já tendo chegado ao mercado, como Kyleena e Nubeqa”, afirma o presidente da divisão farmacêutica no Brasil e líder regional da divisão na América Latina, Adib Jacob.

Ademais, para 2021, CH segue priorizando o pilar de autocuidado. Aliás, essa questão, além dos cuidados com a imunidade, se fortaleceu ainda mais no último ano. Isso devido às mudanças na rotina e nos cuidados decorrentes da pandemia da Covid-19. Nesse sentido, as pessoas passaram a se cuidar mais, a se prevenir de doenças e outros problemas.

A decisão está alinhada às constatações que fazem parte da pesquisa IBOPE realizada pela divisão CH durante a pandemia.

Em resumo, entre os achados mais relevantes, o levantamento revelou que 84% dos entrevistados buscam ter uma rotina de autocuidado, mas apenas 1/3 deles consegue pôr em prática esses hábitos regularmente. O que reflete um grande potencial de crescimento.

Além disso, o brasileiro atualmente entende que o cuidado com o próprio corpo e saúde traz como principais benefícios o estímulo do sistema imunológico (31%), a diminuição da probabilidade de ficar doente (25%) e a promoção do bem-estar (21%).

Projeções positivas para a Bayer

O Brasil é um mercado-chave para a área Farmacêutica da Bayer globalmente e, até 2023, tem a meta de crescer dois dígitos. E, se já existia um foco claro para inovar, crescer e ser mais digital, o cenário de pandemia impulsionou isso.

“Pudemos superar muitos dos desafios impostos pela crise da Covid-19, justamente porque já temos em nosso mindset a cultura digital. Entre março e agosto de 2020, por exemplo, a Bayer impulsionou mais de 1.3 milhão de interações digitais. Foram mais de 100 mil médicos contatados, 500 grandes eventos para médicos e força de vendas e 3 lançamentos relevantes 100% digitais”, explica Adib.

Igualmente, o presidente da divisão de Consumer Health no Brasil, Sydney Rebello, conta que a pandemia também fez com que a área apesentasse números positivos em 2020.

“O autocuidado, nosso grande pilar estratégico em Consumer Health, se fortaleceu ainda mais no último ano, devido às mudanças na rotina e nos cuidados decorrentes do cenário de pandemia. As pessoas passaram a se cuidar mais, a se prevenir de doenças e outros problemas”, comenta.

Demandas crescentes com a pandemia

Ao contrário do que muitas empresas enfrentaram na crise da pandemia, em 2020, a Bayer apresentou números positivos de suas marcas em CH.

Nesse sentido, entre os meses de janeiro a novembro de 2020, o mercado de vitaminas obteve um crescimento de 53% em valor (Fonte IMS/IQVIA), com destaque para a vitamina C (alta de 63%) e os multivitamínicos (alta de 64%).

Como consequência, líder no mercado de vitamina C (22,9% de participação), Redoxon viu suas vendas dispararem, com um salto de 48% no período.

Além disso, Supradyn teve alta de 14% neste mesmo período. As duas marcas, juntas com Natele, formam a categoria de nutricionais da Consumer Health que em 2020 representou 34% (entre janeiro e novembro) do valor das vendas diretas da empresa. Nas vendas indiretas, chegou a 29% de representatividade.

Projeto Cegonha

Uma das inovações reveladas pela Bayer durante o evento on-line foi o Projeto Cegonha, iniciativa em parceria com o LifeHub, centro de inovação aberta da empresa, com utilização de seu know-how em assuntos médicos, regulatórios e de mercado.

O projeto é baseado em dados de uma pesquisa conduzida pela Medicus AI, uma healthtech que, entre outras atividades e com o auxílio da Inteligência Artificial, interpreta e traduz relatórios médicos para que sejam compreendidos mais facilmente pelas pessoas.

Entre eles, está o fato de que as três maiores preocupações das gestantes são o ganho de peso, restrições alimentares e dor durante o parto. Além disso, as principais funcionalidades esperadas pelas gestantes em um aplicativo são acompanhamento do feto, notícias e conteúdo sobre gravidez e monitoramento de sintomas.

O app, portanto, será desenvolvido para suprir essas e outras necessidades, oferecendo checkups pré-natais; interpretação de exames; monitoramento da saúde do bebê e da gestante; e possibilidade de tirar dúvidas com um especialista.

Clínicas e os médicos também serão contemplados, por meio de funcionalidades como monitoramento do paciente; detecção de riscos; e entrega de ultrassom e laudos. O conteúdo será escrito e revisado por um time de médicos especialistas.

A expectativa é contribuir para o autocuidado da gestante. O objetivo é o de promover melhor qualidade de vida para ela e o bebê, por meio, inclusive, de um aplicativo – o app Cegonha. O lançamento está previsto para o 2º semestre de 2021.

Vacina para a Covid-19

Quando a pandemia se tornou realidade, Adib lembra que a Bayer ainda não participava de vacinas, mas fez estudos para avaliar de que forma sua expertise pode ajudar na aplicação para infectados. “Esperamos novidades não apenas nas vacinas, como também em tratamentos para Covid-19”, revelou.

Em relação ao imunizante, há uma parceria com a CureVac, com tecnologia de RNA mensageiro e que pode ser armazenada a temperaturas entre 2 e 8 graus. Contudo, por hora, o acordo é válido apenas para o mercado europeu, por uma questão de suprimentos.

“Estamos em discussões diárias, buscando alternativas para trazer a vacina também para a América Latina”, disse o executivo.

Fonte e foto: Guia da Farmácia

Bayer lança Bepantol Baby Lenços Umedecidos

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário