Fiocruz negocia produzir para o SUS pílula contra a Covid-19 criada pela MSD

Dados preliminares da MSD mostraram que o antiviral Molnupiravir reduziu em 50% risco de internações e mortes

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) confirmou estar “discutindo” os termos do acordo com a Merck Sharp & Dohme (MSD) e também afirmou que aguarda uma estimativa do Ministério da Saúde (MS) sobre a demanda da  pílula contra a Covid-19.

No entanto, não há definição, por parte da pasta, se o Molnupiravir será distribuído no Sistema Único de Saúde (SUS).

O MS, estaria, então, aguardando aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso emergencial ou registro definitivo da pílula no Brasil.

Já nos Estados Unidos, a MSD pediu ao FDA, órgão regulador naquele país, autorização para uso emergencial da medicação.

Resultados dos testes clínicos, divulgados no início do mês, apontam que o Molnupiravir, usado como tratamento nos primeiros cinco dias de sintomas, demonstrou redução de aproximadamente 50% do risco de hospitalização ou morte em pacientes adultos não hospitalizados com Covid-19.

A intenção da Fiocruz seria de fabricar o medicamento em Farmanguinhos, uma unidade do laboratório no Rio de Janeiro (RJ).

Novo estudo no Brasil

A saber, a Fiocruz também começou um estudo multicêntrico internacional, de Fase 3, com o Molnupiravir.

O objetivo é verificar a eficiência para evitar a propagação e transmissão da covid-19 entre pessoas expostas ao vírus.

Para avaliar o uso de Molnupiravir como profilaxia pós-exposição (PEP), serão avaliadas pessoas que foram expostas ao vírus.

Ou seja, que residem com uma pessoa que testou positivo para covid-19 nas últimas 72 horas e estão, portanto, sem apresentar sintomas associados à doença.

Além também de outros critérios específicos exigidos no protocolo de pesquisa.

O estudo ocorrerá, portanto, de forma simultânea em sete centros no Brasil, localizados, então, nos Estados do Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Fonte: GZH Saúde

Foto: Shutterstock

 

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário