fbpx

Como potencializar as vendas de fitoterápicos?

Para que alcancem boas vendas, é essencial que os fitoterápicos garantam visibilidade no ponto de venda (PDV)

Como boa parte deles está no rol dos Medicamentos Isentos de Prescrição, é fundamental que estejam no autosserviço, facilitando a experiência de compra do shopper.

Disponha as embalagens de forma visível

É importante que o farmacista tenha cuidado na exposição, garantindo que os produtos estejam expostos corretamente, e não de lado, virados, deitados, com o nome ao contrário, ou em qualquer posição que dificulte a leitura do consumidor.

Invista nas áreas quentes

Os pontos mais fortes para exposição são os que se encontram no fim das passagens – as pontas de gôndolas. Nesses locais, os consumidores são forçados a passar para chegar à outra área da loja e podem deter- -se em frente dos displays ou exposições por mais tempo.

Esteja atento à sazonalidade

No inverno, por exemplo, período de sazonalidade de xarope de guaco, indica–se trabalhar a categoria em pontos extras, como displays de balcão e pontas de gôndola. Recomenda–se também explorar os materiais promocionais
da indústria.

Mantenha a precificação correta

Os produtos devem estar bem precificados, sem que haja mistura entre eles. É fundamental evitar confusão ao olhar do cliente.

Use materiais de merchandising

Se o farmacista quiser fazer uso de displays e materiais promocionais das marcas, as vendas, certamente, aumentarão, pois eles são responsáveis por gerar oportunidades de compra espontânea.

Aposte no cross-merchandising

Como a função do cross-merchandising é aumentar a margem de lucro da loja como um todo, o ideal é que esteja presente em diversos ambientes, em todos os corredores. É importante, entretanto, atentar ao bom senso e à adequação ao perfil da loja.
Pode-se, por exemplo, expor um fitoterápico laxante com a lactulose, sendo um com efeito laxativo e o outro para regular o intestino. Já a Passiflora incarnata pode ser comercializada próxima a fraldas infantis (mães tendem a enfrentar momentos de maior ansiedade) ou perto de xampus e condicionadores femininos ou absorventes (mulheres são as consumidoras potenciais da marca).

Garanta um bom atendimento

Entenda o cliente (não há como atendê-lo bem sem saber o que ele busca); sinta prazer em servir (quando bem atendido, o consumidor sente-se motivado a, naturalmente, falar bem da farmácia); exponha as informações de maneira clara e direta, certificando-se de que sua explicação foi compreendida; não abandone o cliente (acompanhe o consumidor até que o problema seja resolvido ou a dúvida sanada); e aprimore o conhecimento sobre fitoterápicos.

Para que alcancem boas vendas, é essencial que os fitoterápicos garantam visibilidade no ponto de venda (PDV) junto aos demais Medicamentos Isentos de Prescrição (MIPs). Aliás, esse é, justamente, o primeiro ponto a se pensar na hora de expor a categoria.

Fontes: gerente de marketing Marcas da Natulab, Sylvia Granziera; e gerente de produtos genéricos e similares da Cimed, Nicole Arnais
Foto: Shutterstock

Aceita app?

Edição 312 - 2018-11-01 Aceita app?

Essa matéria faz parte da Edição 312 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o autor

Guia da Farmácia

Premiado pela Anatec na categoria de mídia segmentada do ano, o Guia da Farmácia é hoje a publicação mais conhecida e lembrada pelos profissionais do varejo farmacêutico. Seu conteúdo diferenciado traz informações sobre os principais assuntos, produtos, empresas, tendências e eventos que permeiam o setor, além de Suplementos Especiais temáticos e da Lista de Preços mais completa do mercado.