Destaques & lançamentos

Mundo registra mais de 500 milhões de casos de Covid-19

Levantamento da Universidade Johns Hopkins também contabiliza 6,1 milhões de mortes pela doença em todo o mundo

O mundo ultrapassou os 500 milhões de casos registrados de Covid-19, de acordo com o levantamento da Universidade Johns Hopkins, que monitora os números desde o início da pandemia.

O número de casos considera apenas os que foram registrados – a própria Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que o número real de infectados seja muito maior, por causa da subnotificação.

Todavia, na última quarta-feira (13), a entidade havia anunciado que continua considerando a pandemia uma emergência de saúde pública internacional.

EUA lideram casos e mortes

Os Estados Unidos lideram o número de infectados e de mortes pela Covid-19 até agora.

De acordo com o balanço da universidade, são mais de 80,5 milhões de casos no país, que tem quase 1 milhão de mortes registradas. Nos últimos 28 dias, foram mais de 880 mil novos casos.

Já a Coreia do Sul lidera no número de novos casos vistos nos últimos 28 dias, com 7,7 milhões de novos registros. Em seguida vêm Alemanha (quase 5 milhões), França (3,6 milhões) e Vietnã (3,5 milhões).

No entanto, a China também tem registrado recordes de novos casos desde o início da pandemia.

Embora os casos sigam crescendo, o ritmo de novos registros vem caindo desde o fim de janeiro – quando a variante ômicron levou a um recorde de infectados em vários países, inclusive no Brasil.

Já as doses de vacina contra a Covid-19 aplicadas no mundo inteiro estão na casa dos bilhões, no entanto, a distribuição é desigual: enquanto 64 países já ultrapassaram a meta da OMS de vacinar mais de 70% de suas populações até julho deste ano – o Brasil está entre eles –, outros 68 ainda não chegaram a 40%, que era a meta estabelecida para o final do ano passado.

Desse total, 21 ainda não vacinaram nem sequer 10% de seus habitantes.

Fonte: G1

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário