5 principais doenças do coração

Médicos cardiologistas tiram as principais dúvidas sobre as doenças cardiovasculares e a importância de ficar atento quando sentir algo diferente no coração

Doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo, chegando a 17,5 milhões de pessoas, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Confira as 5 principais doenças do coração, de acordo com o cardiologista e coordenador da UTI cardiológica da Beneficência Portuguesa de São Paulo (BP), Dr. Andre Gasparoto, e o cardiologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Dr. Fabio Lario.

Arritmia cardíaca

Trata-se de qualquer distúrbio do ritmo cardíaco, ou seja, qualquer batida diferente, fora do ritmo sequenciado. A imensa maioria se manifesta por meio de palpitações que todos podem ter ao longo da vida, seja por estresse, noites mal dormidas, ingestão de café e até chocolate. Porém, se a palpitação vier acompanhada de tontura, sonolência, desmaio, dor no peito e falta de ar frequentes, é preciso procurar um médico para investigar o quadro. 

Ataque cardíaco

Sinônimo de infarto, se manifesta geralmente por dor no peito de forma súbita forte que pode irradiar para braço esquerdo ou mandíbula e que deve ser investigada rapidamente. O infarto ou ataque cardíaco pode levar à morte súbita.

Insuficiência cardíaca

O coração é o órgão responsável por bombear o sangue para todo o organismo. E se por alguma razão isso não acontece de forma adequada, tem-se a insuficiência cardíaca. Ela gera sintomas, como falta de ar, inchaço nas pernas e, eventualmente, dor no peito, palpitação e arritmia. O problema pode decorrer de doenças, como Chagas ou em pacientes com problemas nas válvulas do coração ou que já tenham tido infarto.

Doença arterial coronariana

É a forma da aterosclerose (depósito de gordura e inflamação da parede da artéria), que acontece nas artérias coronárias (aquelas que “coroam” o coração e o suprem de sangue). Essa inflamação, muitas vezes, acaba por provocar entupimentos, que podem acontecer lentamente ou subitamente. Essa doença se desenvolve lentamente e a primeira manifestação, embora tardia (quinta década de vida), pode ser catastrófica (parada cardíaca, por exemplo). 

Parada cardíaca

É a cessação dos batimentos cardíacos que, em boa parte das vezes, ocorre por arritmias graves, incompatíveis com a contração organizada do coração. O termo “ataque cardíaco”, em geral, é utilizado para denominar uma forma grave de quadro cardíaco repentino, como um infarto do miocárdio ou uma parada cardíaca, por exemplo.

Coronavírus: coração em risco 

 Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário