fbpx

App que agenda a retirada de medicamentos é lançado em SP

O projeto piloto do App que agenda a retirada de medicamentos na AME Maria Zélia, na zona leste da capital paulista, registrou mais de duas mil adesões e agendamentos desde agosto de 2019

O Governo do Estado de São Paulo anunciou, nesta sexta-feira (13/09), o Remédio Agora, aplicativo (App) que permite aos pacientes agendar data e hora para retirar medicamentos nas Farmácias de Medicamento Especializado.

Desde agosto, o piloto está em andamento na unidade instalada no Ambulatório Médico de Especialidades (AME) Maria Zélia, na zona leste da capital paulista. Posteriormente, a iniciativa será expandida gradativamente para as demais 37 farmácias espalhadas por todo o estado.

O paciente poderá programar a ida à farmácia e, com alguns cliques, selecionar os remédios e marcar data e horário para retirá-los. Assim, ao chegar ao estabelecimento, basta clicar no botão cheguei no próprio aplicativo para confirmar a presença. Também será possível fazer a confirmação por meio de totens nas próprias farmácias.

Segundo o governo, sob a gestão de João Doria (PSDB), o aplicativo permite o acesso à unidade em que o paciente retira seus medicamentos, além de pais e responsáveis que também poderão utilizar o app, desde que tenham autorização formal. “O aplicativo agilizará a retirada dos medicamentos de alto custo nas farmácias públicas. Assim, vamos reduzir o tempo médio de espera ao limite de 15 minutos. É uma atenção humanitária e correta aos usuários destes medicamentos”, disse o governador.

Como funciona o App que agenda a retirada de medicamentos

Dessa forma, não será mais preciso a ida até a farmácia para saber se o remédio está disponível. Casa haja indisponibilidade, o paciente agendado será informado por meio de notificação com antecedência de 48 horas e poderá reagendar a retirada. O Remédio Agora permite, também, agendamento da renovação do pedido para obtenção do remédio.

A administração estadual informa que, desde agosto, já ocorreram mais de duas mil adesões e agendamentos na farmácia do AME Maria Zélia. Além disso, mensalmente, o estabelecimento faz cerca de 80 mil atendimentos.

Para o secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann Ferreira, trata-se de uma mudança de processo que passa pela comunicação e engajamento do paciente, com “vantagens tanto para o cidadão quanto para as equipes das farmácias e a gestão”.

Foto: Shutterstock
Fonte: R7

Deixe um comentário