fbpx

Anticoncepcional injetável: indicações e perguntas frequentes

Também conhecido por injeção anticoncepcional, este contraceptivo traz progesterona ou associação de estrogênios, com doses de longa duração

O anticoncepcional injetável, também conhecido por injeção anticoncepcional, é um método contraceptivo que traz progesterona ou associação de estrogênios, com doses de longa duração. A injeção pode ser mensal ou trimestral.

Este método contraceptivo possui o mesmo mecanismo de ação das tradicionais pílulas anticoncepcionais, pois suspende a ovulação, reduz a espessura endometrial e espessa o muco cervical1.

Contudo, o fluxo menstrual pode diminuir devido a maior quantidade de hormônios1.

De acordo com as indústrias farmacêuticas responsáveis pela fabricação deste medicamento, este é um método contraceptivo muito eficaz, que varia de 0,1% a 0,6% de falha para a injeção mensal e de 0,3%, para a injeção trimestral.

Nesta reportagem, será possível esclarecer, com mais detalhes, o que são os anticoncepcionais injetáveis. Para quem são indicados, vantagens e desvantagens, preços e dúvidas recorrentes, mostrando, inclusive se podem engordar e se há riscos de infertilidade com o uso. Acompanhe!

O que é um anticoncepcional injetável?

Escolher um método contraceptivo é algo pessoal, mas é fundamental a orientação de um médico2.

Só este profissional pode explicar quais as vantagens e desvantagens e qual vai se adequar ao momento de vida da mulher2.

Nesse sentido, durante a consulta, é natural que o médico pergunte quando a mulher deseja engravidar2.

Se a ideia é que isso ocorra no período de um ano, por exemplo, a mulher é candidata a métodos de curta duração, como pílulas, adesivo ou injeções2.

As injeções de hormônios são constituídas com os mesmos princípios da pílula, e a aplicação pode ser feita mensamente. Dessa forma, esse método dispensa a disciplina da ingestão oral diária2.

Vale lembrar que o anticoncepcional injetável mensal libera estrogênio e progestagênio e o trimestral só progestagênio, o que é feito gradualmente, impedindo a ovulação3.

A injeção é aplicada no músculo (normalmente nádegas ou braço)3.

Para quem é indicado o anticoncepcional injetável?

De modo geral, este método é indicado para mulheres que toleram a pílula e querem liberdade de não ter de tomar todo dia (mensal)3.

Ou, ainda, para mulheres que não querem ou não devem usar estrogênio (trimestral)3.

Quais são os anticoncepcionais injetáveis?

Entre alguns dos mensais, estão:

Noregyna (Mabra)
Enantato de Noretisterona 50mg + Valerato de Estradiol 5 mg/mL (Eurofarma)
Enantato De Noretisterona+valerato De Estradiol 50mg/Ml+5mg/Ml Solução Injetavel 1ml (Mabra)
Algestona acetofenida + enantato de estradiol (EMS)
Mesigyna (Bayer)
Daiva (Momenta)
Depomês (Biolab)
Perlutan (Boehringer Ingelhein)
Aldijet (Supera)
Pregnolan (Cifarma)

Entre alguns dos trimestrais, estão:

Depo® Provera® (Wyeth)
Demedrox (União Química)
Sayana (Wyeth)

Quais as vantagens de utilizar o anticoncepcional injetável?

Os principais benefícios são: menor probabilidade de esquecimento; comodidade da administração mensal ou trimestral3.

Caso a opção seja pelo método sem estrogênio (trimestral), evita-se os efeitos colaterais produzidos pelos estrogênios3.

Outros efeitos benéficos também são esperados, como alívio das cólicas menstruais e melhora da anemia, redução dos sintomas associados à endometriose, à dor pélvica crônica e redução do câncer de endométrio1.

E quais as desvantagens de utilizar o anticoncepcional injetável?

Os maiores inconvenientes estão na tendência a alterações do ciclo menstrual no caso do método trimestral3.

Além disso, é necessário profissional de saúde para aplicação3.

Entre os efeitos colaterais indesejáveis, a injeção anticoncepcional pode causar dor de cabeça, acne, alterações do humor, redução da densidade mineral óssea, vertigens e aumento de peso1.

Existem interações medicamentosas? Alguns medicamentos podem cortar ou reduzir os efeitos?

Sim. Entre os contraceptivos orais combinados (de uso mensal), algumas interações foram relatadas4.

Acompanhe:

Metabolismo hepático

Interações podem ocorrer com fármacos que induzem as enzimas microssomais, o que pode resultar em aumento da depuração dos hormônios sexuais.

Como, por exemplo, com fenitoínas, barbitúricos, primidona, carbamazepina, rifampicina e também, possivelmente, com oxcarbazepina, topiramato, felbamato, griseofulvina e produtos contendo Erva de São João.

Além disso, foi relatado que inibidores de protease (por exemplo: ritonavir) e inibidores não nucleosídeos da transcriptase reversa (por exemplo: nevirapina), assim como combinações dos mesmos, utilizados para tratamento de infecção por HIV, interferem potencialmente no metabolismo hepático.

Interação com a circulação êntero-hepática

Alguns relatos clínicos sugerem que a circulação êntero-hepática de estrogênios pode diminuir quando certos antibióticos como as penicilinas e tetraciclinas são administrados concomitantemente.

Usuárias sob tratamento com qualquer uma das substâncias citadas anteriormente devem utilizar temporária e adicionalmente um método contraceptivo de barreira ou escolher um outro método contraceptivo.

Durante o período em que estiver fazendo uso de algum medicamento indutor das enzimas microssomais, o método de barreira deve ser usado concomitantemente, assim como nos 28 dias posteriores à sua descontinuação.

As usuárias tratadas com antibióticos devem utilizar método de barreira durante o tratamento com os mesmos e ainda por sete dias após a descontinuação da antibioticoterapia.

Exceto com rifampicina e griseofulvina, que são indutores de enzimas microssomais, para os quais se deve manter o uso de método de barreira por 28 dias após descontinuação dos mesmos.

Os contraceptivos hormonais podem interferir no metabolismo de outros fármacos. Consequentemente, as concentrações plasmática e tecidual destes fármacos podem ser afetadas (por exemplo, ciclosporina).

Já entre os anticoncepcionais trimestrais, o médico precisa avaliar se as possíveis medicações usadas pelo paciente reagem entre si alterando a sua ação, ou da outra5.

Isso pode acontecer, por exemplo, se esses medicamentos forem usados junto com aminoglutetimida (medicamento usado no tratamento da Síndrome de Cushing), podendo reduzir o efeito desta outra medicação5.

Quando não se deve usar os anticoncepcionais injetáveis mensais?6

anticoncepcional injetável trimestral contraindicação
Se o paciente apresentar qualquer das condições citadas a seguir, deve informar ao médico antes de iniciar o uso:

História atual ou anterior de coágulo em uma veia da perna (trombose), do pulmão (embolia pulmonar) ou outras partes do corpo;

Histórico de ataque cardíaco ou derrame cerebral, que é causado por um coágulo (de sangue) ou o rompimento de um vaso sanguíneo no cérebro;

História atual ou anterior de doenças que podem ser sinal indicativo de futuro ataque cardíaco (como angina pectoris que causa uma intensa dor no peito, podendo se irradiar para o braço esquerdo) ou de um derrame (como um episódio isquêmico transitório ou um pequeno derrame sem efeitos residuais);

Presença de um alto risco para formação de coágulos arteriais ou venosos;

História atual ou anterior de um certo tipo de enxaqueca (acompanhada por sintomas neurológicos focais, tais como sintomas visuais, dificuldades para falar, fraqueza ou adormecimento em qualquer parte do corpo);

Diabetes mellitus com lesão de vasos sanguíneos;

História atual ou anterior de doença do fígado (cujos sintomas podem ser amarelamento da pele ou coceira do corpo todo) e enquanto seu fígado ainda não funcionar normalmente;

Histórico de câncer que pode se desenvolver sob a influência de hormônios sexuais (por exemplo, câncer de mama ou dos órgãos genitais);

Presença ou antecedente de tumor no fígado (benigno ou malígno);

Presença de sangramento vaginal sem explicação;

Ocorrência ou suspeita de gravidez;

Hipersensibilidade (alergia) ao enantato de noretisterona, valerato de estradiol ou a qualquer um dos componentes de enantato de noretisterona + valerato de estradiol, que pode causar, por exemplo, coceira, erupção cutânea ou inchaço.

Caso o paciente tenha algum destes sintomas, deve avisar o médico, para que recomende medidas contraceptivas não hormonais.

Quando não se deve tomar os anticoncepcionais injetáveis trimestrais?5

Este tipo de medicamento é contraindicado para:

Pacientes grávidas ou com suspeita de gravidez;

Mulheres com hipersensibilidade conhecida ao acetato de medroxiprogesterona ou a qualquer componente da fórmula;

Pacientes com sangramento vaginal de causa não-diagnosticada;

Mulheres com suspeita de neoplasia mamária ou neoplasia mamária comprovada;

Pacientes com disfunção hepática (alteração da função do fígado) grave;

Mulheres com tromboflebite ativa ou história atual ou pregressa de distúrbios tromboembólicos ou cerebrovasculares;

Pacientes com história de aborto retido.

Vale lembrar que este medicamento também não é indicado antes da menarca (primeira menstruação).

Este medicamento não deve ser usado por mulheres grávidas ou que possam ficar grávidas durante o tratamento.

Qual o preço médio de um anticoncepcional injetável?

Entre os métodos mensais, o preço médio é de:

  • Noregyna (Mabra): R$ 23,67*
  • Enantato de Noretisterona 50mg + Valerato de Estradiol 5 mg/mL (Eurofarma): R$ 13,32***
  • Enantato De Noretisterona+valerato De Estradiol 50mg/Ml+5mg/Ml Solução Injetavel 1ml (Mabra): R$ 15,77*
  • Algestona acetofenida + enantato de estradiol (EMS)*: R$ 11,24
  • Mesigyna (Bayer): R$ 33,84*
  • Daiva (Momenta): R$ 13,25*
  • Depomês (Biolab): R$ 23,27*
  • Perlutan (Boehringer Ingelhein): R$ 15,64**
  • Aldijet (Supera): R$ 17,00***
  • Pregnolan (Cifarma): R$ 8,46****

Entre alguns dos trimestrais, estão:

  • Depo® Provera® (Wyeth)*: R$ 38,69 (com seringa)
  • Demedrox (União Química) **: R$ 26,90
  • Sayana (Wyeth)*: R$ 40,57

*Preços consultados em 02/12/2019 no portal da Drogaria Minas-Brasil

** Preços consultados em 02/12/2019 no portal da Farmanita

*** Preços consultados em 02/12/2019 no portal da Onofre

**** Preços consultados em 02/12/2019 no portal da Rio Farma

Perguntas frequentes

Quais as diferenças entre um anticoncepcional comum e injetável?

anticoncepcional injetável x anticoncepcional oral

O anticoncepcional injetável possui o mesmo mecanismo de ação das pílulas, pois ele suspende a ovulação, reduz a espessura endometrial e espessa o muco cervical1.

O fluxo menstrual pode diminuir, contudo, devido a maior quantidade de hormônios no contraceptivo1.

Qual a probabilidade de engravidar tomando injeção?

É um método contraceptivo muito eficaz. Segundo dados publicados em artigo no portal da Bayer, o percentual de falhas é de apenas 0,1% a 0,6% para a injeção mensal e de 0,3%, para a injeção trimestral, o que é equivalente à eficácia da ligadura de trompas1.

Quanto tempo o anticoncepcional injetável faz efeito no organismo?

De um a três meses, dependendo do método escolhido7.

Já a volta dos períodos e da fertilidade pode levar até um ano após parar de tomar as injeções, dependendo do tipo de contraceptivo injetável e podendo também variar de mulher para mulher7.

Mas é provisório e se pode engravidar após parar de aplicar as injeções, independentemente do tempo de uso7.

Anticoncepcional injetável engorda?

Algumas mulheres realmente ganham peso. Caso isso aconteça, deve-se falar com o médico. Talvez seja mais adequada outra forma de contracepção hormonal7.

O que acontece se a usuária estiver grávida e tomar anticoncepcional?8

anticoncepcional injetável na gravidez

Para quem faz uso de hormônios, como injeção de progesterona, adesivos e implantes, a chance de usá-los sem saber que se está grávida é muito pequena.

Afinal, esses métodos costumam ser aplicados no início da menstruação e os médicos se certificam de que a pessoa não está esperando um bebê.

Se a gravidez acontecer mesmo assim, basta retirar o implante ou interromper a aplicação de adesivos e injeções.

Mas sabe-se, por exemplo, que se tomar pílula anticoncepcional sem saber da gravidez não traz grandes riscos ao bebê, principalmente se for apenas por alguns dias após a concepção.

Os riscos aumentam quando se continua tomando o medicamento por muito tempo, porque os hormônios contidos na pílula podem afetar a formação dos órgãos sexuais do bebê, algo que ocorre durante o segundo e o terceiro mês de gestação.

Leia também: Mitos e verdades sobre as pílulas anticoncepcionais

Os contraceptivos injetáveis afetam o ciclo menstrual?7

Pode ocorrer sangramento normal e de escape entre os períodos. O sangramento menstrual pode variar de simples manchas entre os períodos menstruais até intenso, que é um fluxo muito semelhante ao período regular.

É comum nos primeiros meses de utilização, mas também pode ocorrer após algum tempo de uso de contraceptivo injetável.

Tais sangramentos podem ser temporários e, normalmente, não são sinais de nenhum problema grave.

É importante continuar a utilizar as injeções de acordo com a programação. Se o sangramento irregular ou de escape for intenso ou durar mais do que alguns dias, deve-se consultar um médico ou um profissional da área da saúde.

Tomar contraceptivos injetáveis todo mês altera o humor e o desejo sexual das mulheres?7

Em geral, não, embora algumas mulheres que usam esse método relatam essas queixas.

A grande maioria das usuárias de contraceptivos injetáveis não relata tais alterações, enquanto outras relatam melhora do humor e da libido.

É difícil dizer se essas alterações se devem ao uso de contraceptivos injetáveis ou a outros motivos.

Não há comprovação de que os contraceptivos injetáveis afetem o comportamento sexual das mulheres.

Os anticoncepcionais injetáveis podem levar à infertilidade?

anticoncepcional injetável e infertilidade

Não existem trabalhos científicos que comprovem essa relação.

As causas da não gravidez pós-suspensão do anticoncepcional podem ocorrer por causa de outros problemas, como a idade avançada (acima de 35 anos as chances de gravidez diminuem), disfunções hormonais, baixa reserva ovariana ou infecções genitais9.

Contudo, pode levar até seis a nove meses para regularizar o ciclo menstrual frequentemente necessário para a gravidez9.

Os anticoncepcionais injetáveis trimestrais devem ser usados com moderação pelas mulheres que desejam engravidar em curto período de tempo9.

O retorno da fertilidade (capacidade de engravidar) ocorre vagarosamente, cerca de nove meses após a última injeção trimestral1.

Quer ler mais sobre as pesquisas sobre anticoncepcionais masculinos, acesse a matéria: Saem primeiros testes para a pílula antinconcepcional masculina.

Conclusão

Conhecido por injeção anticoncepcional ou anticoncepcional injetável, este é um método contraceptivo que combina, na formulação, progesterona ou associação de estrogênios, com doses de longa duração.

Com injeções que podem ser mensais ou trimestrais, este método é indicado para mulheres que toleram a pílula e querem liberdade de não ter de tomar todo dia (mensal) ou, ainda, para mulheres que não querem ou não devem usar estrogênio (trimestral).

Neste artigo foi possível concluir que, entre as vantagens de se escolher este método contraceptivo, estão menor probabilidade de esquecimento; e comodidade da administração.

E entre os inconvenientes, pode ser a possibilidade de alterações do ciclo menstrual no caso do método trimestral.

Aliás, mulheres que querem engravidar num curto período de tempo também devem evitar esta opção.

Este texto também mostrou algumas opções de mercado (entre medicamentos de referência, genéricos e similares) com preços e bulas.

Mas vale lembrar que para todos eles, o médico deve ser consultado para que se escolha a melhor opção e sem riscos.

Quer saber mais sobre as possíveis interações medicamentosas com o uso de anticoncepcionais? Acesse o E-book: Interação Medicamentosa com Anticoncepcional

Referências

  1. Portal Gineco. Artigo “Injeção anticoncepcional”.
  2. Portal da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo). Artigo “Métodos contraceptivos: conhecer para escolher”.
  3. Material de divulgação para a imprensa da MSD. Artigo “Férias podem aumentar a chance de gravidez não planejada”.
  4. Bula Noregyna (Mabra)
  5. Depo® Provera® (Wyeth)
  6. Enantato de Noretisterona 50mg + Valerato de Estradiol 5 mg/mL (Eurofarma)
  7. Portal Viva sua Vida. Artigo “Injeção Anticoncepcional”.
  8. Portal Baby Center. Artigo “Tomar pílula sem saber da gravidez faz mal para o bebê”
  9. Portal da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA). Artigo “Anticoncepcional: entenda a relação entre o contraceptivo e a fertilidade da mulher”. 

Fotos: Shutterstock


43 Comentários

  1. Avatar
    Michaela em

    Eu uso o trimestral a 6 anos
    Há alguma indicação para pausar e volta de novo? Ou posso usar a vida toda?

    • Avatar
      Daniela Santos moreira em

      Eu tomei a primeira dose da injeção de 3 meses e não tomei mais tem 3 meses menstruação não desce normal

      • Avatar

        Eu tomei somente uma dose da injeção trimestral dia 10/7 depois disso não tomei mais pois tem 5 meses que não tomo nada será que corro risco de engravidar pois tô mestruando normal

        • Avatar
          Daniela Garcez dos santos em

          Bom eu tomo a injeção na data 3 so q atrasei e so vim tomar no dia 7 corro risco d engravidar com 4 dias d atraso

          • Avatar
            Mônica Mendes em

            Boa tarde gostaria de saber issi tbm to na msn dúvida?

        • Avatar

          Bom dia !!!
          Meu nome é Marina, mais prefiro que me chame por Nina,hoje tem 8 dias que aplicou a Noregyna a de 30 dias e tive relação nessa madrugada,tem um detalhe tem mais de 5 anos que eu não usava nada e nesse período tive duas gravidez Um em 2018 e outra 2019. Agora estou preocupada.

          Essas são as minhas perguntas :

          1. posso tomar a pirula do fia seguinte ?

          2. Tem alguma possibilidade deu engravida?

      • Avatar
        Cleide Gonçalves de Oliveira em

        Muito bom amei e tirei várias duas parabéns e obrigada pela atenção e ajuda

      • Avatar

        Eu tambem. Minha menstruação era p esta descendo normal essa semana. E ta descedo um corrimento marrom n sei oque faço

      • Avatar

        Olá tomo a noregyna é tomo certinho a 7 meses , tenho uma dúvida se meu parceiro ejacular dentro terei grande probabilidade de engravidar de novo ? Mesmo tomando certinho tenho medo de engravidar por isso mesmo tomando faço coito interrompido

    • Avatar

      Uso o medicamento injetável há 2 anos , mantive relação no sexto dia do início da menstruação e 2 dois dias antes de tomar novamente a minha injeção. Estou protegida?

    • Avatar

      Fiz o uso do anticoncepcional injetável Perlutan por 10 meses depois ia parar de tomar mas resolvi voltar a tomar com 15 dias de atraso fiz sexo sem proteção durante todo mês será que corro o risco de engravidar?

    • Avatar
      Alessandra em

      Olá meu nome é Alessandra é eu tomo Noregyna injetável é na região que eu tomo, da umas dores na hora que aplica é depois de uns dias volta a doer isso é normal ?

  2. Avatar

    Eu faço o uso do anticoncepcional injetável, mas como estava descendo muito eu comecei a tomar o ciclo 21 junto para regular a menstruação. Tem algum problema?

    • Avatar
      Ana frade em

      Olá, gostaria de saber se posso tomar a primeira dose do anticoncepcional depomes no segundo dia de menstruação? Pois li na bula que pode até o 5 dia do ciclo,contando a partir do primeiro dia.

  3. Avatar
    Jennyffer em

    A 4 anos eu tomo anticoncepcional injetável mesal e minha menstruação nao desceu a 2 meses corro o risco de esta gravida ou a injeção para a menstruação

    • Avatar

      Tomei pela ultima vez o anticoncepcional injetável em 31/12 ,no mês de janeiro minha menstruação veio 11 dias ,em fevereiro não veio, pode ainda ser efeito da parada do anticoncecional?

      • Avatar

        Tomo anticoncepcional injetável a dois anos e tem dois meses que minha menstruação não desce ja fiz teste de farmácia e deu negativo, pois a última vez que tive relação foi no começo de Janeiro

  4. Avatar

    Parei de tomar injeções anticoncepcional de três mês no dia 25 de Dezembro 2019 e ate agora minha menstruação nao venho e comecei a tomar ciclo 21 no dia 28 de janeiro estou certa ou ñ

  5. Avatar

    Eu sei a injecção de 3 meses uma vez só, no primeiro mês não desceu agora no segundo estou menstruando direto está quase no dia deu tomar outro restou menstruando muito ,o se pode ter acontecido????

  6. Avatar

    A injeção mensal é indicada tomar sempre com 30 dias ou no oitavo dia da menstruação? Como devi tomar?

  7. Avatar
    Edina santos em

    Bom dia tomo a injetável trimestral a 1ano e meio só que agora no mês de fevereiro comecei a sangrar faz 15 dias é normal?

  8. Avatar
    Vitória em

    Boa tarde gostaria de saber se tem algum problema em tomar a injeção trimestral e tomar o regulador menstrual”saúde da mulher”, quero saber se esse regulador pode cortar o efeito da injeção?

  9. Avatar

    Eu tomei em dezembro o trimestral e notei uma mudança muito grande no meu humor
    Na parte emocional, sexual também um pouco
    Tonturas e enjoos muitas vezes

  10. Avatar

    Olá eu tomo injeção trimestral qual a possibilidade de uma mulher engravida tomando a injeção

    • Avatar

      Olá eu tomei a Injeção trimestral dia 28/01 e nao desceu pra mim ainda , mais eu estou meia que sentindo uns enjoo será que é noemal ?

  11. Avatar

    Tomei pela primeira vez injeção noregyna tomei 3 meses regular corretamente no dia 18 no quarto mês atrasei a injeção e tomei no dia 22 de novembro, no dia 27 de dezembro tomei a injeção e daí foi a última que tomei menstruei em janeiro dia 19 desceu normal um pouco forte e em fevereiro não veio senti cólica o mês inteiro e estamos em março e não veio ainda posso está grávida? Estou com alguns sintomas de gravidez

  12. Avatar

    Ola eu tomei a injeção deprovera dia 2 no segundo dia da menstruação e tem 10 dias ja e ja tive relação sem preservativo e ele gozou dentro tenho risco de tar grávida? E ta descendo um corrimento marrom desde quando tomei a injeção é normal?

  13. Avatar

    Oi tava tomando anticoncepcional selene..
    Então mudei pra injeção..
    Tomei 11/03/2020 q fazia 8 dias q tinha parado o selene e tava no último dia da menstruação..
    Mais a menstruação não parou é normal ?

  14. Avatar
    Gabriela em

    Oi, queria uma ajuda.
    Tomei injeção mensal noregyna por 6 meses e tive sangramento por mais de 10 dias, então parei de tomar. Mas meu sangramento de escape está desregular e o médico indicou que trocasse pra comprimido. Posso tomar um de minha preferência ou só o de indicação médica??

  15. Avatar
    Edenilza santos em

    Olá.
    Eu tomo a pílula já tem uns 2 anos.
    Quero troca pro injetavel, eu tenho que espera algum tempo pra poder comer a tomar ou não?

  16. Avatar
    Thamy pimentel em

    Tomo noregina a 5 anos ,meu dia de tomar é todo dia 13 de cada mes,mais nesse mes de março acabei esquecendo,e dia 15 desse mesmo mes mantive relação cm meu marido corro risco de estar gravida???

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: