fbpx

Como esclarecer dúvidas sobre nutrição infantil na farmácia?

Para vender produtos de nutrição infantil é preciso difereciar o que é alimento fortificado adicionado de nutrientes de suplemento alimentar

Diante da importância da alimentação nos primeiros anos de vida, além das restrições que alguns bebês e crianças podem ter, a indústria passa a oferecer diversas opções de produtos de nutrição infantil com esse fim no mercado, que vão desde leites especiais a papinhas, fortalecendo a categoria como um todo.

Desse modo, para esclarecer as dúvidas do shopper sobre a nutrição infantil é fundamental entender a definição e diferença entre suplemento alimentar e alimento fortificado/enriquecido ou simplesmente adicionado de nutrientes.

Confira a explicação da farmacêutica responsável pela Farmácia Universitária da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP), Maria Aparecida Nicoletti, sobre o tema.

  • Alimento fortificado/enriquecido ou simplesmente adicionado de nutrientes: é quando há adição de um ou mais nutrientes essenciais contidos naturalmente ou não no alimento, com o objetivo de reforçar o seu valor nutritivo, prevenir ou corrigir deficiências demonstradas em um ou mais nutrientes.
  • Suplemento alimentar: é definido como um produto para ingestão oral, apresentado em formas farmacêuticas, destinado a suplementar a alimentação de indivíduos saudáveis com nutrientes, substâncias bioativas, enzimas ou probióticos, isolados ou combinados.

Outras advertências importantes

  • Há suplementos que aumentam a fome da criança e, consequentemente, o ganho de peso. Por isso é fundamental seguir a prescrição do pediatra.
  • A suplementação tem como objetivo complementar a alimentação. Sendo assim, não deve ser utilizada como substituto de refeição.
  • Os suplementos alimentares pediátricos são produtos desenvolvidos especialmente para crianças que necessitam melhorar sua nutrição.

 

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Shutterstock

Deixe um comentário