Pague Menos avança em sua jornada ESG com diversidade e inclusão

Empresa estruturou área de Diversidade e Inclusão, aderiu aos movimentos Onu Mulheres, Coalizão Empresarial pela Equidade Racial e de Gênero

A Pague Menos avançou em sua jornada ESG com a estruturação de uma área dedicada à diversidade e inclusão. Focada em quatro frentes: Equidade de Gênero, Racial, PCDs e 50+, a empresa lançou seu  Programa de Diversidade e Inclusão e aderiu aos movimentos ONU Mulheres e Coalizão Empresarial pela Equidade Racial e de Gênero, do Instituto Ethos.

Além disso, a Pague Menos também acaba de receber o Selo Engaja Sênior, que reconhece as organizações que avançam na contratação de profissionais com mais de 50 anos.

“Adotar as melhores práticas ESG é tema prioritário do nosso Conselho de Administração. Com a criação da área de D&I pretendemos nos fortalecer como uma organização cada vez mais inclusiva e diversa. Atualmente, as minorias representam 24% do nosso quadro de colaboradores. Estamos entre os 3% de empresas listadas no mais alto nível de governança da B3, o Novo Mercado, que possuem mulheres nos conselhos de administração e na alta gestão. E aproximadamente 55% dos nossos cargos de liderança são ocupados por mulheres”, afirma a presidente  do Conselho de Administração da Pague Menos, Patriciana Rodrigues.

Diversidade, equidade racial e gênero

A adesão aos movimentos de equidade racial e de gênero reafirma a posição da Pague Menos como uma empresa que se junta ao debate para estimular a promoção da diversidade,  equidade racial e de gênero no mercado de trabalho, bem como, certamente, seu engajamento na promoção de ações de inclusão e empoderamento das minorias.

“Ao nos tornamos signatários dos movimentos Coalização e ONU Mulheres formalizamos publicamente nosso compromisso de contribuir com a equidade no ambiente de trabalho e consequentemente com a redução da desigualdade econômica no país.  A Pague Menos, portanto, acredita no poder que a diversidade, inclusão e equidade têm para promover, acelerar a inovação e aumentar a competitividade de qualquer empresa”, diz o vice-presidente de Gente, Jurídico e Administrativo, Jorge Jubilato.

A conquista do Selo Engaja Sênior é o reconhecimento da Pague Menos certamente como uma empresa comprometida a ter um percentual mínimo de 5% do seu quadro de colaboradores, composto por profissionais com mais de 50 anos.

Criado pelas consultorias  Dialogus e Camarmo, o objetivo da certificação é impulsionar e reconhecer as empresas que investem na recolocação de profissionais, então com mais de 50 anos.

Contribuindo, dessa maneira, diretamente para empregos dignos e crescimento econômico; e redução das desigualdades, que estão entre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da ONU.

Mulheres no comando

Recentemente a Pague Menos também recebeu o certificado Women on Board (WOB),.

Uma iniciativa independente apoiada pela ONU Mulheres, que reconhece, então, companhias que tenham pelo menos duas mulheres em seu Conselho de Administração.

Isto é, um corpo de membros eleitos ou designados, que conjuntamente supervisiona, então, as atividades de uma organização.

Além de se destacar com duas conselheiras, Rosilândia de Queirós Lima e Manuela Vaz Artigas, a companhia é uma das poucas no Brasil a ter uma mulher na presidência do colegiado, Patriciana Rodrigues.

Fonte e foto: Pague Menos

 

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário