São Paulo recebe debate sobre mercado do canabidiol

Promovido pelo Lide Futuro, especialistas discutirão oportunidades, desafios e entraves legais deste mercado

Amanhã (13), a Casa Bisutti, localizada na Vila Olímpia, em São Paulo, recebe o maior evento do Lide Futuro.  A Lide Futuro é uma plataforma de conteúdo, experiência e networking para jovens lideranças. Nesta edição, o Like The Future é intitulado Cannabusiness: um mercado bilionário. A proposta, portanto, é trazer um intenso debate sobre o potencial de mercado do composto da Cannabis Sativa no Brasil e no Mundo, o canabidiol (CBD).

O encontro, que será fechado para filiados do Lide Futuro e empresas do setor, contará com a participação do CEO e sócio-fundador da VerdeMed, José Bacellar. Também estará presente a usuária legal de medicamentos à base de canabidiol e defensora da regulamentação pró liberação, Mara Gabrilli. Outra presença é da CEO da fundadora da Dr. Cannabis, Viviane Sedola.

O encontro debaterá tanto oportunidades, desafios e entraves legais, bem como o panorama que se abre para o Brasil com o início do trâmite de regulamentação da Anvisa para facilitar o comércio de produtos médicos ainda repletos de tabus sociais.

Também confirmaram presença no evento a diretora da Segunda Diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Alessandra Bastos Soares. Também o fundador e CEO da OnixCann|Cantera, canal de distribuição de cannabis medicinal em toda a América Latina, Marcelo Galvão. Além desses, Caio Santos Abreu, fundador e CEO da Entourage Phytolab, primeira companhia brasileira de pesquisa e desenvolvimento de medicamentos à base de cannabis. Por fim, Dr. Junior Gibelli, diretor de Assuntos Médicos da HempMeds™ Brasil, que atuou em  instituições como Unesp, University of Chicago, UCF, Harvard Medical School e Médicos sem fronteiras, entre outras.

Debate sobre mercado de canabidiol: potencial bilionário

De acordo com a consultoria Brightfield Group, o segmento de derivados da Cannabis Sativa movimentará US$ 23 bilhões até 2022 apenas nos Estados Unidos. No Brasil, o uso medicinal da substância já é uma realidade. Desde que a Anvisa autorizou o uso terapêutico de canabidiol, em janeiro de 2015. Desde então, mais de 78 mil unidades de produtos foram importados pelo país.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou uma recomendação para que não categorizem o canabidiol como uma droga. Já que, com uso terapêutico, não existe risco de dependência. De acordo com levantamento da New Frontier Data, o mercado pode movimentar cerca de R$ 4,4 bilhões. Isso equivale a 6,3% do total do faturamento da indústria farmacêutica brasileira.

“Foi preciso estudar o assunto à fundo para levar o mais completo e atualizado panorama da indústria da cannabis medicinal ao palco. E ainda debatido pelos maiores experts, as maiores e mais sérias empresas do mercado juntamente ao poder público. No dia 13 de agosto, 350 líderes e convidados vislumbrarão a nova transformação global e nacional fomentada pelo CANNABUSINESS”, afirma a CEO do grupo, Laís Macedo.

Fonte: Guia da Farmácia

Fotos: Shutterstock/ divulgação

Presidente da Anvisa afirma que a regulamentação da cannabis acontecerá ainda este ano

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário