Taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil é a maior desde junho

Levantamento mostrou que 100 pessoas contaminadas transmitem a doença para outras 103

A taxa de transmissão da Covid-19 (Rt) no Brasil subiu a 1,03 nesta semana, de acordo com o relatório divulgado hoje (220 pelo Imperial College de Londres. Esse é o maior patamar desde 22 de junho.

isso significa dizer que 100 pessoas contaminadas transmitem a doença para outras 103 pessoas.

A saber, na semana passada, chegou a 0,81 —menor índice desde novembro de 2020.

O Rt é o principal número para medir o avanço da pandemia do novo coronavírus.

Detalhes da transmissão da Covid-19

Portanto, a taxa deve estar abaixo de 1 para que a pandemia seja, então, considerada controlada, o que vinha acontecendo no país desde 29 de junho.

Dentro da margem de erro calculada pelo Imperial College, o Rt do Brasil atualmente pode variar entre 0,91 a 1,22.

A instituição britânica também projeta que o Brasil deve registrar 3.980 mortes pela Covid-19 nesta semana.

Média de mortes volta a ficar acima de 500

Ontem (21), o Brasil registrou mais 248 mortes de Covid-19, elevando o total para 591.034 óbitos desde o início da pandemia.

Em média, 557 pessoas morreram pela doença nos últimos sete dias, o que indica, portanto, uma tendência de estabilidade de 6% na comparação com 14 dias atrás.

Portanto, já são sete dias consecutivos que esse índice está acima de 500, depois de ficar seis dias abaixo dele.

Embora a maior parte dos estados apresentem tendência de queda ou estabilidade da média móvel de mortes, seis estão em alta:

Espírito Santo, Rio de Janeiro, Amapá, Roraima, Tocantins e Bahia. 

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para Covid-19 

Fonte: UOL

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário