PDV

Como impulsionar as vendas das categorias de autocuidado na farmácia?

Melhorar a comunicação e orientação com clareza ao consumidor ou paciente é fundamental para a farmácia atuar em prol da saúde da população

Com a pandemia da Covid-19 os hábitos do shopper mudaram, impulsionando tendências que já vinham crescendo, como é o caso da busca por produtos de autocuidado, como vitaminas, suplementos, entre outros.

Assim, o farmacêutico e o balconista podem atuar incentivando e orientando o cliente que chega em busca de produtos de autocuidado. “Tenha um olhar mais “categorizado” com a perspectiva do consumidor/paciente, procurando entender que tipo de produto e serviço que ele espera dentro da sua jornada de compra. O farmacêutico por sua formação pode prescrever produtos como medicamentos isentos de prescrição (MIPs) e auxiliar na atenção farmacêutica dando um complemento importante ao trabalho do médico garantindo a adesão ao tratamento”, explica o CEO da Gmartins Consultoria e VP Comercial Retail Farma Brasil, Gean Martins.

Assim, a orientação do farmacêutico deve ser sempre com respeito ao receituário entendendo as barreiras e atritos do consumidor/paciente que no momento da compra onde ele se apresenta como “shopper”, visando auxílio para acolhê-lo da melhor forma e entregar uma melhor experiência de compra.

Autocuidado na farmácia

“Um grande diferencial da farmácia é o atendimento personalizado em um ambiente de saúde e bem-estar. A amplitude de produtos na farmácia proporciona um leque de soluções que passam por medicamentos, higiene e beleza, cuidados ao paciente, universo infantil, até conveniência. Com o shopper mais ‘empoderado’ com opções de compra nos meios físicos e online, a decisão de compra se torna mais complexa, porém este atendimento tem que diminuir os atritos na jornada de compra no autocuidado. Saímos do modelo “sickcare” (cuidado da doença) para o “selfcare” (autocuidado)”, orienta o executivo.

Desse modo, é importante lembrar como a farmácia pode atuar em prol do autocuidado e da saúde da populaçãoMelhorar a comunicação e orientação com clareza ao consumidor/paciente é fundamental para a farmácia atuar dessa forma. O papel da farmácia como ambiente de saúde e bem estar provendo uma melhor experiência com os produtos e serviços. Serviços é um ponto super importante que amplia esta adesão ao tratamento e satisfação. O autocuidado tem benefícios para todos inclusive o governo que desafoga o sistema único de saúde (SUS)”, explica Martins.

Como a farmácia pode atuar como plataforma de cuidado e bem-estar 

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: divulgação

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário