fbpx

Hypera Pharma: crescimento e mudanças na diretoria

A farmacêutica Hypera Pharma cresceu 10% no terceiro trimestre do ano e anunciou o engenheiro Rafael Vito Batista como novo diretor estatuário da companhia

A empresa de produtos fármacos, Hypera Pharma, anunciou na sexta-feira (25/10) que teve lucro líquido de R$ 267,2 milhões no terceiro trimestre. Assim, representando alta de 10,3% sobre um ano antes, resultado influenciado pela redução do imposto de renda, devido ao aumento dos juros sobre capital próprio.

Já o resultado da companhia medida pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) das operações continuadas 297,7 milhões de reais no período. Assim, representando um crescimento da Hypera Pharma de 3,3% ano contra ano.

Além disso, de julho a setembro, a receita líquida da Hypera avançou 6,4% sobre mesma etapa de 2018, atingindo a marca de R$ 1 bilhão pela primeira vez desde que a companhia passou a atuar exclusivamente no mercado farmacêutico.

De acordo com a Hypera Pharma, a intensificação das ações promocionais, especialmente visitas médicas, para fomentar as vendas pesou sobre as margens no período.

A empresa afirma ter ganhado participação de mercado em suas principais nichos de mercado, incluindo produtos de consumo, de prescrição e em genéricos. Contudo, a margem Ebitda caiu 0,9 ponto percentual ano a ano, para 29,5%.

Estratégias de crescimento da Hypera Pharma: mudança na diretoria

A farmacêutica também anunciou que o engenheiro, Rafael Vito Batista, vai compor a diretoria estatutária da companhia.O executivo é engenheiro formado pelo Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia com MBA pela Fundação Getulio Vargas. Batista possuí mais de doze anos de experiência no mercado financeiro, tendo passado por grandes bancos, como o Banco Santander e Banco Votorantim.

Além disso, a Hypera Pharma comunicou que os diretores responsáveis pela área tributária e pela área jurídica e de compliance da companhia, Armando Luis Ferreira e Juliana Aguinaga Damião Salem, respectivamente, deixam a diretoria estatutária e permanecem na empresa como diretores não estatutários.

Foto: Shutterstock
Fonte: Terra e Money Times

Deixe um comentário