fbpx

Aciclovir: para que serve, características e como usar

O medicamento Aciclovir é indicado para o tratamento de herpes labial e genital, porém, seu uso apresenta contraindicações e possíveis efeitos colaterais

Introdução      

O Aciclovir é um medicamento para o tratamento de infecções na pele causadas pelo vírus Herpes Simplex, incluindo herpes labial e genital.

O medicamento pode ser administrado por via oral, tópica ou intravenosa e necessita de receita para ser comercializado.  

O Aciclovir possui efeitos colaterais e contraindicações. Aqui explicaremos quais são elas e também outras dúvidas sobre o medicamento. 

O que é o Aciclovir?     

O Aciclovir é um medicamento para uso adulto e pediátrico nos formatos de: comprimido, pomada, pó liofilizado para solução injetável e creme. 

Ele é indicado para o tratamento de infecções na pele causadas pelo vírus Herpes simplex. Assim, incluindo herpes labial e herpes genital. 

O uso do medicamento é recomendado para a primeira aparição do vírus ou aparições repetidas. 

Além disso, o Aciclovir é indicado para pacientes seriamente imunocomprometidos.

Assim, o medicamento aciclovir, cujo nome comercial mais famoso é Zovirax, é um medicamento que pode ser administrado por via oral, intravenosa ou tópica.

Para que serve o Aciclovir?   

O medicamento Aciclovir é indicado para o tratamento de herpes labial e herpes genital, ambas infecções de pele causadas por vírus. 

O medicamento age contra o vírus Herpes simplex (VHS) e contra o vírus Varicela-Zoster (VVZ). Assim, bloqueando os mecanismos de multiplicação do vírus Herpes simplex e do Varicela-Zoster.

Entretanto, cabe ressalvar que o aciclovir não serve para tratar qualquer infecção viral. O Aciclovir não é indicado para tratar viroses como gripe, resfriado, sarampo, hepatite ou o vírus da imunodeficiência humana (HIV).

Além disso, o Aciclovir é indicado para os vírus:

  • herpes Simplex 1, causador da doença herpes labial; 
  • vírus Herpes Simplex 2, causador da doença herpes genital; 
  • vírus Epstein-Barr, causador da doença mononucleose; 
  • herpesvírus 6 e 7, causadores da doença roséola (exantema súbito); 
  • vírus da Varicela-zoster, causador das doenças catapora (varicela) e herpes zoster; citomegalovírus, causador da doença citomegalovirose; e 
  • herpesvírus-8, causador da doença sarcoma de Kaposi.

Entretanto, na prática, o aciclovir é usado somente no tratamento da catapora, do herpes zoster e dos herpes genital e labial. Nos casos das outras viroses pela família Herpesviridae não se costuma indicar o uso do remédio, seja porque há antivirais melhores no mercado para essas infecções, ou porque o tratamento com antivirais não é necessário, devido ao curso limitado e benigno da infecção

Contudo, é importante salientar que o Aciclovir não cura viroses. Dessa forma, ele impede a ocorrência de complicações e reduz o tempo de doença. 

Composição do Aciclovir    

A composição do Aciclovir varia dependendo do formato do medicamento (comprimido, pomada, pó liofilizado para solução injetável e creme). 

Por exemplo, o creme e a pomada possuem o princípio ativo Aciclovir e as seguintes substâncias: álcool cetoestearílico, álcool cetoestearílico etoxilado, estearato de sorbitana, fosfato de sódio dibásico dodecaidratado, petrolato branco, petrolato líquido, propilenoglicol e água purificada.

Já o comprido de 200 mg possui  aciclovir hidratado e as seguintes substâncias: lactose monoidratada, celulose microcristalina, amidoglicolato de sódio, copovidona, estearato de magnésio. 

O remédio em formato injetável possui o princípio ativo Aciclovir como sal sódico liofilizado. 

Aciclovir pomada

Como usar o Aciclovir?

A maneira de usar o Aciclovir é diferente para cada formato. O Aciclovir creme, por exemplo, deve ser usado apenas para aplicação na pele (uso tópico), não podendo ser ingerido.

É indicado que se higienize as mãos antes e depois do uso do medicamento. Evite esfregar a lesão ou tocá-la com a toalha, para evitar o agravamento ou transferência da infecção para outra região.

Também não é indicado misturar o creme com outros cremes ou loções.

Além disso, o medicamento deve ser utilizado cinco vezes ao dia, em intervalos de aproximadamente quatro horas, pulando o uso no período noturno.  

Isso ocorre não por uma justificativa farmacológica, mas, sim, para gerar maior conforto do paciente. Dessa forma, o paciente não precisará acordar no meio da noite para tomar dose da madrugada do Aciclovir. 

No entanto, o aspecto de maior importância é o cumprimento da administração do medicamento cinco vezes ao dia, seguindo as orientações do médico e durante os dias prescritos. 

Além disso, vale lembrar, que quanto mais cedo começar o tratamento, melhor. 

Princípio ativo    

O principio ativo é o Aciclovir, comumente chamado de Zorivax. Entretanto o medicamento também pode ser encontrado sob a forma genérica. Além de Zovirax, os outros nomes comerciais são: Zov, Cicloviral, Aviral, Ziclovir, Aciclomed e Ezopen. 

Contra-indicações do Aciclovir   

O uso do medicamento possui contraindicações. Algumas delas são o uso em pacientes com alergia ou hipersensibilidade conhecida ao Aciclovir, Propilenoglicol, Valaciclovir ou outros componentes da fórmula.

O uso também não é indicado para mulheres lactantes ou grávidas, exceto se recomendado pelo médico. 

No caso do uso da pomada oftálmica, não é recomendado a utilização de lentes de contato durante o tratamento.  

Não há contraindicação relativa à faixa etária. E lembre-se de informar seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento

Tipos de Aciclovir    

O Aciclovir pode estar em formato de pomada oftalmológica, creme dermatológico, comprimido ou pó liofilizado para solução injetável. Confira abaixo mais informações sobre cada formato.

Pomada    

A pomada oftalmológica Aciclovir é indicada para os casos de infecção nos olhos causadas por vírus Herpes Simplex. A principal função da pomada é impedir que o vírus de multiplique e aumente no olho infectado. 

O uso da pomada pode gerar alguMa efeitos colaterais como: irritações, coceiras nos olhos, conjuntivite e manchas nas córneas. 

A pomada oftalmológica deve ser utilizada de acordo com a recomendação médica. 

– Creme    

O creme dermatológico Aciclovir é indicado para o tratamento tópico de infecções cutâneas advindas do vírus Herpes Simplex, ou seja, para herpes labial e genital em fase inicial e/ou recorrente.

O creme dermatológico atua bloqueando os mecanismos de replicação do vírus e deve ser aplicado sobre as lesões existentes ou as que poderão vir a surgir. 

O medicamento também pode causar efeitos colaterais, entre eles: ardência, ressecamento, coceira e descamação da pele. 

O creme dermatológico Aciclovir deve ser utilizado de acordo com a recomendação médica. 

– Comprimido   

O comprimido Aciclovir é indicado principalmente para o tratamento do vírus Herpes Zoster e no tratamento de recorrências de infecções de pele e mucosas causadas pelo Herpes Simplex. 

Os comprimidos também são utilizados para prevenir infecções recorrentes de herpes simples e para o tratamento de pacientes imunocomprometidos

O comprimido de Aciclovir pode provocar efeitos colaterais como: queda de cabelo, confusão mental, tremores, febre, amarelamento da pele ou dos olhos, cansaço, tontura, mal-estar e/ou reação alérgica

O comprimido Aciclovir só pode ser prescrito por um médico e deve ser utilizado de acordo com as recomendações do profissional. 

– Pó liofilizado para solução injetável  

O formato de Aciclovir em pó liofilizado para solução injetável, com o próprio nome diz, é para o uso intravenoso. Sua embalagem vem com um, cinco, 25 ou 50 frascos-ampolas. 

A aplicação deve ser feita em local adequado e  higienizado, seguindo as orientações do seu médico ou farmacêutico.  

O medicamento é indicado para:

  • tratamento de infecções pelo vírus Herpes simplex em recém-nascidos,crianças e adultos; e de infecções pelo vírus Varicella-zoster;
  • tratamento de meningoencefalite herpética;
  • profilaxia de infecções por Herpes simplex em pacientes imunocomprometidos; e 
  • profilaxia de infecções pelo citomegalovírus (CMV) em pacientes transplantados de medula óssea.

Entretanto, o Aciclovir é injetável é contra-indicado para crianças com menos de três meses, exceto em casos de Herpes simplex.

Além disso, estudos mostram que o uso endovenoso de aciclovir é capaz de reduzir a mortalidade da meningoencefalite herpética em 71,5%. 

Aciclovir para o que serve?

Principais Medicamentos      

Nomes Comerciais: Virotin®, Exavir®, Aciclofar®, Hervirax®, Ciclavix®, Aciveral®, Clovir®, Acivirax®, Aciclomed®, Antivirax®, Hpvir®, Zovirax®, Aciclovan®, Aciclor®, Ezopen®, Acibioanclomax®,  Cicloviral®, Aviral®, Ductovirax®, Zynvir®, Herpesil®, Uni Vir®, Ziclovir®. 

Medicamento de Referência: Zovirax®, Aciclovir®.

– Genéricos   

Medicamentos genéricos: Aciclovir e  Aciclovir sódico.

Quando o aciclovir começa a fazer efeito?  

O medicamento normalmente começa a fazer efeito já nas primeiras 48 horas após o início do tratamento. Após esse período, ocorre uma redução dos sintomas e do tempo de doença. 

Quando o quadro é bastante intenso, o medicamento pode começar a ter efeito apenas após 72 horas do início do tratamento. Caso a doença seja identificada rapidamente e o tratamento tenha início imediato, o tempo de tratamento e a severidade da doença são reduzidos. 

contraindicações aciclovir

Precauções e advertências de Aciclovir 

Antes de tomar o medicamento Aciclovir analise questões como: você sofreu transplante de medula óssea? Está grávida ou pretende engravidar? Está amamentando? É alérgico a algum componente da fórmula do medicamento? possui alguma doença que afete o sistema imune?

Caso você responda sim a alguma dessas questões, comunique seu médico sobre a sua condição antes de iniciar o tratamento. 

Além disso, o Aciclovir em formato de creme não é recomendado a sua aplicação em mucosas, como olhos e boca. O medicamento, se aplicado nessas regiões pode causar irritação. 

– Aciclovir na gravidez   

No caso da versão creme, o uso do medicamento só deve ser feito durante a gravidez e lactação se os benefícios forem maiores que os possíveis riscos ao feto.

Isso se deve ao fato de que o aciclovir atravessa a barreira placentária e também chega ao leite materno. 

Dessa forma, o Aciclovir, em qualquer formato, não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que estejam amamentando sem a orientação e prescrição médica. 

Além disso, sempre informe seu médico caso você esteja fazendo uso de outro medicamento. 

Caso a herpes apareça após o nascimento do bebê, recomenda-se também que evite beijar o recém-nascido e que a higiene das mãos seja realizada sempre antes de tocá-lo. Assim, buscando evitar a transmissão do vírus. 

Interações medicamentosas    

Deve-se tomar cuidado com interações do Aciclovir com outros medicamentos que afetam a fisiologia renal. Eles podem potencialmente influenciar a farmacocinética do Aciclovir, devido a sua eliminação na urina, via secreção tubular renal ativa.

Dessa forma, deve-se tomar cuidado com a ingestão de remédios que possam competir com o Aciclovir pela eliminação, uma vez que isso pode aumentar a concentração plasmática de uma ou ambas as drogas.  

Assim, recomenda-se cautela e monitoração da função renal ao administrar Aciclovir com remédios que afetem outros aspectos da fisiologia renal, como, por exemplo, ciclosporina e tacrolimo. 

Reações adversas     

Como acontece com qualquer medicamento, o uso do Aciclovir pode causar reações adversas. 

De acordo com a bula do medicamento:

Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): dor de cabeça, tontura; enjoos, vômito, diarreia e dores no abdômen; coceira e vermelhidão/protuberâncias na pele que podem piorar com exposição ao sol; sensação de cansaço, febre.

Reação incomum (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento): urticária (formação de placas avermelhadas na pele), queda de cabelo.

Reações raras (ocorrem entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): anafilaxia (reação alérgica sistêmica severa); falta de ar; aumento reversível de bilirrubina (substância encontrada na bile) e de algumas enzimas do fígado; inchaço na pele (angioedema); aumento dos níveis de substâncias encontradas no sangue, como ureia e creatinina.

Reações muito raras (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento): 

  • anemia; 
  • leucopenia (baixa contagem de glóbulos brancos que são células sanguíneas responsáveis pela defesa do organismo) e trombocitopenia (redução no número de plaquetas); 
  • agitação; 
  • confusão; 
  • tremor;
  • ataxia (falta de coordenação dos movimentos); 
  • disartria (dificuldade em controlar os músculos da fala); 
  • alucinações; 
  • sintomas psicóticos; 
  • convulsões; 
  • sonolência; 
  • encefalopatia (inflamação no cérebro) e coma; 
  • hepatite (inflamação do fígado) e icterícia (amarelamento da pele ou dos olhos); e
  • insuficiência renal aguda e dor nos rins (pode estar associada à insuficiência renal).

Procure ou informe seu médico caso apareçam quaisquer reações adversas ou indesejadas. Além disso, você também pode informar a empresa através do seu serviço de atendimento. 

Outras perguntas sobre o Aciclovir

– O que fazer em caso de superdosagem?   

Em caso de superdosagem, procure seu médico e esclareça o que fazer. Caso a superdosagem seja em altas quantidades, procure rapidamente o socorro médico e se possível, leve a embalagem ou a bula do medicamento. 

Os pacientes devem ser observados cuidadosamente em busca de sinais de toxicidade. A hemodiálise acelera a remoção do medicamento e pode ser uma opção para o tratamento da superdosagem. 

A superdosagem do Aciclovir pode resultar na elevação creatinina sérica, uréia nitrogenada no sangue e subsequente insuficiência renal. Além disso, também podem ocorrer efeitos neurológicos, que incluem alucinações, agitação, convulsões, confusão e coma. 

– O que fazer quando esquecer de utilizar este medicamento?   

Assim que você perceber o esquecimento, use o medicamento normalmente, seguindo as doses descritas conforme a recomendação médica

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico.

Além disso, não é recomendado interromper o tratamento sem o conhecimento de seu médico. 

Também vale lembrar que o tratamento deve ser iniciado o mais cedo possível, após o aparecimento dos primeiros sinais de infecção.

– Aciclovir precisa de receita?    

Sim. O Aciclovir só pode ser vendido com receita médica (prescrição)

– Aciclovir tem ação antibiótica?

Não, o Aciclovir não tem ação antibiótica, porque antibióticos são prescritos apenas para o tratamento de doenças causadas por bactérias. 

O Aciclovir é indicado para o tratamento de doenças causadas por vírus, como citado no item “Para o que serve o Aciclovir?”.

Efeitos colaterais Aciclovir

Conclusão

O Aciclovir é um medicamento que necessita prescrição médica e é indicado para o tratamento de para os vírus Herpes Simplex 1, causador da doença herpes labial; vírus Herpes Simplex 2, causador da doença herpes genital; vírus Epstein-Barr, causador da doença mononucleose; Herpesvírus 6 e 7, causadores da doença roséola (exantema súbito); vírus da Varicela-zoster, causador das doenças catapora (varicela) e herpes zoster; Citomegalovírus, causador da doença citomegalovirose; e Herpesvírus-8, causador da doença sarcoma de Kaposi.

Contudo, é indicado que você consulte o seu médico se você estiver grávida, amamentando ou se pretende engravidar em breve; se você possui alguma alergia ao Aciclovir ou componentes da fórmula e se você tem problemas nos rins ou no fígado. 

Em caso de mais dúvidas, procure seu médico ou farmacêutico. 

Fotos: Shutterstock

Fonte: Guia da Farmácia

Sobre o colunista

Victoria Nascimento

7 Comentários

  1. Avatar
    UBIRATAN ALVES DE CARVALHO em

    Só faltou falar quais os medicamentos não são indicados para tomar junto. E quais podem ser associados em caso de dor. Crei que seja importante. Considerando que podem haver erros na prescrição.

    • Avatar
      vitor tessari rossoni em

      para dor se pode adicionar um simples paracetamol, ja ira resolver seu problema. em questoes de associacao de medicamentos fica dificil falar pois nao sei qual clase ou tipo voce se refere

  2. Avatar
    Pinheiro em

    Faltou leitura mais atenta…..Assim, recomenda-se cautela e monitoração da função renal ao administrar Aciclovir com remédios que afetem outros aspectos da fisiologia renal, como, por exemplo, ciclosporina e tacrolimo. Veja novamente…..

  3. Avatar
    Juarez Honorato Martins em

    Estou tomando aciclovir 400 para tratar herpes. Passadas 3?4 horas da ingestão dos comprimidos, sinto que meus olhos parecem ter areia. O que pode ser?

    • Avatar

      Não sei, mas procure alimentos ricos em lisina, eu tenho orapronobis plantada em cada, é rica em lisina e proteina e vitamina c também, planta fantástica e fácil de plantar.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: